Ação policial que matou 26 em Varginha será monitorada pela ONU

Alto Comissariado para os Direitos Humanos quer acompanhar resposta das autoridades ao caso

Ação policial que matou 26 em Varginha será monitorada pela ONU
Armas apreendidas durante a operação, 26 suspeitos de integrar o 'novo cangaço' morreramDivulgação/ Polícia Rodoviária Federal

Os mortos eram suspeitos de envolvimentos no "novo cangaço". A ONU vai monitorar a respostas das autoridades brasileiras ao caso, segundo informações do UOL.

A representante do Alto Comissariado na América do Sul Jan Jarab se reuniu com Andréia de Jesus (PSOL), presidente do Coselho de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais expressando preocupação com a posição oficial do governo de Minas.

Leia mais...