Acusado que respondia em liberdade por homicídio é morto a tiros na área portuária de Santana

Caso aconteceu na noite de quinta-feira (23) em uma região de pontes. Nenhum suspeito foi localizado. Um homem de 25 anos que respondia em liberdade por um homicídio ocorrido em dezembro de 2021 morreu na quinta-feira (23) após ser baleado diversas vezes por dois indivíduos ainda não identificados. Mesaque do Nascimento Braga não resistiu e morreu no próprio local, na área portuária do município de Santana. O crime tem características de execução e pode estar envolvido com vingança ou acerto de contas. O 4º Batalhão da Polícia Militar (4º BPM) foi acionado e fez diligências no local, mas não conseguiu encontrar nenhum dos apontados como autores dos disparos. Relatório do Centro Integrado de Operações em Defesa Social (Ciodes) detalha que o crime aconteceu por volta das 20h30 numa área de periferia. Ainda de acordo com informações do Ciodes, a esposa da vítima informou à polícia que o marido tinha sido o responsável pela morte de um homem conhecido como "Macaco", e que desde o dia do crime ele estava sendo ameaçado. O assassinato aconteceu em dezembro de 2021 e a "Macaco" foi morto com 3 tiros na cabeça, também na área portuária de Santana. Roni Braga de Freitas chegou a receber atendimento médico mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá VÍDEOS com as notícias do Amapá:

Acusado que respondia em liberdade por homicídio é morto a tiros na área portuária de Santana
Caso aconteceu na noite de quinta-feira (23) em uma região de pontes. Nenhum suspeito foi localizado. Um homem de 25 anos que respondia em liberdade por um homicídio ocorrido em dezembro de 2021 morreu na quinta-feira (23) após ser baleado diversas vezes por dois indivíduos ainda não identificados. Mesaque do Nascimento Braga não resistiu e morreu no próprio local, na área portuária do município de Santana. O crime tem características de execução e pode estar envolvido com vingança ou acerto de contas. O 4º Batalhão da Polícia Militar (4º BPM) foi acionado e fez diligências no local, mas não conseguiu encontrar nenhum dos apontados como autores dos disparos. Relatório do Centro Integrado de Operações em Defesa Social (Ciodes) detalha que o crime aconteceu por volta das 20h30 numa área de periferia. Ainda de acordo com informações do Ciodes, a esposa da vítima informou à polícia que o marido tinha sido o responsável pela morte de um homem conhecido como "Macaco", e que desde o dia do crime ele estava sendo ameaçado. O assassinato aconteceu em dezembro de 2021 e a "Macaco" foi morto com 3 tiros na cabeça, também na área portuária de Santana. Roni Braga de Freitas chegou a receber atendimento médico mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá VÍDEOS com as notícias do Amapá: