Aliansce (ALSO3) faz proposta de fusão “entre iguais” para brMalls (BRML3)

Proposta para acionistas da brMalls é de R$ 1,35 bilhão em dinheiro e que fiquem com 50% da nova empresa The post Aliansce (ALSO3) faz proposta de fusão “entre iguais” para brMalls (BRML3) appeared first on InfoMoney.

Aliansce (ALSO3) faz proposta de fusão “entre iguais” para brMalls (BRML3)

Em comunicado ao mercado, a Aliansce Sonae (ativo=ALSO3]) informou ter enviado uma proposta não vinculante de combinação de negócios ao Conselho de Administração da bRMalls Participações ([ativo=BRML3).

“A Aliansce Sonae entende que esta fusão de iguais tem capacidade de fortalecer os negócios da companhia combinada, aproveitando os talentos e as melhores práticas de cada uma das companhias, criando oportunidade única de geração de valor para os acionistas. Além disso, deve gerar inúmeras oportunidades de crescimento, com ganhos significativos para todos os seus stakeholders, especialmente, investindo para melhorar a experiência de seus clientes”, informou a companhia no comunicado.

A Aliansce também destaca que, até o momento, não existe acordo assinado ou aceite formal acerca da combinação de negócios objeto da proposta e que manterá seus acionistas e o mercado em geral informados.

Pelos termos da proposta, enviada no dia 4 ao Conselho da brMalls, os acionistas da brMalls receberão R$ 1,35 bilhão em dinheiro (R$ 1,70 por ação) – o equivalente a 20% do valor de mercado da companhia atualmente – e ficarão com 50% da nova empresa, recebendo 265.013.405 novas ações ordinárias de emissão de Aliansce, formando assim o que seria o maior player de malls da América Latina. Esses termos levaram a Aliansce Sonae a definir a operação como uma “fusão entre iguais”.

Na incorporação da brMalls pela Aliansce, de 80% em ações e 20% em dinheiro, a relação de troca dá aos acionistas da brMalls um prêmio de 13% sobre o múltiplo da Aliansce.

A Aliansce afirmou estar convicta de que a operação pretendida representa uma excelente oportunidade de criação de
valor, que resultará em significativos ganhos aos acionistas de ambas as companhias e, em especial, que viabilizará, ainda mais, a transformação dos setores de varejo e shopping centers por meio do fortalecimento da companhia combinada.

“Além disso, a operação permitirá investimentos mais robustos para manter nossos ativos atualizados e o desenvolvimento da estratégia de negócios no ambiente ‘figital’, condição fundamental para manter nossa competitividade no longo prazo”, aponta.

A visão estratégica está baseada, principalmente: (i) na capacidade e excelência dos talentos de ambas as companhias, (ii) na complementariedade e qualidade do portfólio combinado, (iii) no histórico de sucesso de ALSO na implementação de combinações transformacionais na nossa indústria, e (iv) no suporte de um grupo de acionistas de referência com visão de longo prazo e com amplo conhecimento de varejo e shopping center em escala global, destacou a Aliansce.

“O histórico de sucesso de ALSO e de brMalls, mesmo frente às recentes condições desfavoráveis da economia e saúde pública brasileiras, ratifica a nossa convicção quanto ao significativo potencial de crescimento da companhia combinada. Juntas, ALSO e brMalls poderão alocar seus talentos, esforços e um volume maior de recursos para o desenvolvimento e expansão de suas operações em âmbito nacional, em benefício de todos os stakeholders, proporcionando maior retorno aos acionistas e oferta de serviços melhor e mais completa aos clientes das duas companhias”, apontou a empresa.

Ela ainda complementa que, diante de todos os aspectos positivos da operação, tem convicção de que a combinação de negócios gerará valor para os acionistas de ambas as companhias.

Unidas, as duas empresas podem somar um portfólio de 69 shoppings com receitas conjuntas de lojistas de R$ 38,5 bilhões, aponta a apresentação divulgada com o fato relevante. A fusão possibilitaria ainda a captura de sinergias financeiras de até R$ 49 milhões e de mais R$ 161 milhões na parte operacional por ano.

A Aliansce avalia que administradoras de shoppings têm uma alta “complementaridade” de portfólio geográfico e de segmento de atuação, com participação combinada de 14,2% do chamado ABL (área bruta locável) comercial.

A proposta é válida até o dia 2 de fevereiro.

As notícias de que a Aliansce Sonae estaria estudando uma proposta pela brMalls começaram no final de dezembro. Na ocasião, o Bradesco BBI destacou que a possível operação tende a ser um operação de ganha-ganha para as empresas, “com muito senso estratégico”.

Já em breve nota após a apresentação dos termos da proposta, o Credit Suisse ressaltou que, sem prêmio significativo para os acionistas da brMalls, o foco deve estar nas sinergias, estimativas em cerca de R$ 210 milhões por ano.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui!

The post Aliansce (ALSO3) faz proposta de fusão “entre iguais” para brMalls (BRML3) appeared first on InfoMoney.