Apple busca aumentar produção fora da China, diz WSJ

Segundo reportagem do jornal americano, a rígida política anti-Covid do governo chinês é um dos motivos para a decisão da marca americana. Apple quer aumentar a fabricação de seus produtos fora da China Reprodução/Apple A Apple disse a alguns de seus fabricantes contratados que deseja aumentar sua produção fora da China, noticiou o Wall Street Journal, citando pessoas familiarizadas com o assunto. A Índia e o Vietnã, que já são locais de produção da Apple, estão entre os países selecionados pela empresa como alternativas, acrescentou a reportagem. Compartilhe essa notícia no WhatsApp Compartilhe essa notícia no Telegram A Apple projetou no mês passado maiores problemas de fornecimento, uma vez que os lockdowns contra Covid-19 desaceleraram a produção e a demanda na China. Apple aposenta iPod depois de 20 anos; relembre a história do tocador Governo orienta Procons a processarem Apple e Samsung por venda de celulares sem carregadores A reportagem acrescenta que a Apple está citando a rígida política anti-Covid da China, além de outras razões, para justificar sua decisão. A Apple se recusou a comentar ao WSJ e também não pôde ser contatada de imediato pela Reuters neste sábado.

Apple busca aumentar produção fora da China, diz WSJ

Segundo reportagem do jornal americano, a rígida política anti-Covid do governo chinês é um dos motivos para a decisão da marca americana. Apple quer aumentar a fabricação de seus produtos fora da China Reprodução/Apple A Apple disse a alguns de seus fabricantes contratados que deseja aumentar sua produção fora da China, noticiou o Wall Street Journal, citando pessoas familiarizadas com o assunto. A Índia e o Vietnã, que já são locais de produção da Apple, estão entre os países selecionados pela empresa como alternativas, acrescentou a reportagem. Compartilhe essa notícia no WhatsApp Compartilhe essa notícia no Telegram A Apple projetou no mês passado maiores problemas de fornecimento, uma vez que os lockdowns contra Covid-19 desaceleraram a produção e a demanda na China. Apple aposenta iPod depois de 20 anos; relembre a história do tocador Governo orienta Procons a processarem Apple e Samsung por venda de celulares sem carregadores A reportagem acrescenta que a Apple está citando a rígida política anti-Covid da China, além de outras razões, para justificar sua decisão. A Apple se recusou a comentar ao WSJ e também não pôde ser contatada de imediato pela Reuters neste sábado.