Câmara de Ponta Grossa aprova reajuste salarial de servidores do Poder Legislativo

Reajuste será de 10,97% e custará R$ 1,2 milhão por ano aos cofres públicos. Salários dos vereadores não serão alterados com a aprovação da proposta. Câmara de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná Paulo Martins/RPC Ponta Grossa A Câmara de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná, aprovou um projeto de lei que autoriza o reajuste salarial de servidores do Poder Legislativo, durante sessão feita na segunda-feira (7). A proposta não inclui os salários dos vereadores. O reajuste é de 10,97%, de acordo com o projeto de lei. Uma nova sessão deve ser feita para votar a proposta na quarta-feira (9). Greve de servidores municipais entra no segundo dia em Ponta Grossa Atualmente, os valores dos salários dos servidores da Câmara variam entre R$ 1.083,36 e R$ 11.262,79. Com o reajuste, os vencimentos vão variar entre R$ 1.202,20 e R$ 12.498,32. A Câmara informou que o reajuste custará R$ 1,2 milhão aos cofres públicos, por ano. A casa tem 131 servidores contratados. Greve entre os servidores da prefeitura Enquanto a Câmara aprovou o reajuste para os servidores do Legislativo, funcionários públicos da prefeitura estão em greve e fizeram um protesto na segunda pedindo por reajuste salarial. De acordo com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, mais de dois mil servidores de diferentes os setores aderiram ao movimento. No total, são cerca de oito mil funcionários públicos da prefeitura. Além da reposição, eles pedem outras melhorias no trabalho e reivindicam itens como gratificações para merendeiras e reajuste do piso do magistério. VÍDEOS: mais assistidos do g1 PR Veja mais notícias da região no g1 Campos Gerais e Sul.

Câmara de Ponta Grossa aprova reajuste salarial de servidores do Poder Legislativo

Reajuste será de 10,97% e custará R$ 1,2 milhão por ano aos cofres públicos. Salários dos vereadores não serão alterados com a aprovação da proposta. Câmara de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná Paulo Martins/RPC Ponta Grossa A Câmara de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná, aprovou um projeto de lei que autoriza o reajuste salarial de servidores do Poder Legislativo, durante sessão feita na segunda-feira (7). A proposta não inclui os salários dos vereadores. O reajuste é de 10,97%, de acordo com o projeto de lei. Uma nova sessão deve ser feita para votar a proposta na quarta-feira (9). Greve de servidores municipais entra no segundo dia em Ponta Grossa Atualmente, os valores dos salários dos servidores da Câmara variam entre R$ 1.083,36 e R$ 11.262,79. Com o reajuste, os vencimentos vão variar entre R$ 1.202,20 e R$ 12.498,32. A Câmara informou que o reajuste custará R$ 1,2 milhão aos cofres públicos, por ano. A casa tem 131 servidores contratados. Greve entre os servidores da prefeitura Enquanto a Câmara aprovou o reajuste para os servidores do Legislativo, funcionários públicos da prefeitura estão em greve e fizeram um protesto na segunda pedindo por reajuste salarial. De acordo com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, mais de dois mil servidores de diferentes os setores aderiram ao movimento. No total, são cerca de oito mil funcionários públicos da prefeitura. Além da reposição, eles pedem outras melhorias no trabalho e reivindicam itens como gratificações para merendeiras e reajuste do piso do magistério. VÍDEOS: mais assistidos do g1 PR Veja mais notícias da região no g1 Campos Gerais e Sul.