Cheia 2022: Defesa Civil Nacional enviará R$ 1,5 milhões para Boca do Acre

Meses após outra grande cheia que afetou Boca do Acre no ano de 2022, a Defesa Civil Nacional destinará para os cofres do município, a quantia de R$ 1,5 milhões em recursos federais para kits emergenciais, combustível e refeições para os atingidos pelas inundações. O montante a ser recebido por Boca do Acre significa quase […] O post Cheia 2022: Defesa Civil Nacional enviará R$ 1,5 milhões para Boca do Acre apareceu primeiro em Jornal Opinião.

Cheia 2022: Defesa Civil Nacional enviará R$ 1,5 milhões para Boca do Acre

Meses após outra grande cheia que afetou Boca do Acre no ano de 2022, a Defesa Civil Nacional destinará para os cofres do município, a quantia de R$ 1,5 milhões em recursos federais para kits emergenciais, combustível e refeições para os atingidos pelas inundações.

O montante a ser recebido por Boca do Acre significa quase 35% do total que será destinado para outros municípios em Alagoas, Bahia, Paraná e Minas Gerais. O único município do estado do Amazonas na lista é Boca do Acre, que por sinal ficou com a maior quantia dentre as 15 cidades brasileiras que foram agraciadas com as cifras.

As informações do Ministério do Desenvolvimento Regional. Na notícia conta que a autorização para o repasse ocorreu ontem, segunda-feira (23). No total, serão destinados para os municípios afetados por desastres ambientais, mais de R$ 4,3 milhões. As portarias que autorizam a liberação dos recursos foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU).

Minas
Minas Gerais foi quem mais recebeu repasses, totalizando R$ 987,3 mil a nove municípios afetados por chuvas intensas. Conceição de Ipanema teve acesso ao maior repasse do estado, com R$ 223,2 mil, que serão usados para a reconstrução de pontes e o restabelecimento de trafegabilidade.

Nas cidades de Patrocínio do Muriaé e de Taquaraçu de Minas, os recursos de R$ 60,4 mil e R$ 37 mil, respectivamente, também serão usados para restabelecimento de trafegabilidade, além da recuperação de calçadas, rede pluvial e áreas de prevenção ambiental.

Já em Naque e São Francisco de Paula, os investimentos de cerca de R$ 212,8 mil serão usados na reconstrução de bueiros.

Os municípios mineiros de Riacho dos Machados, Medina e Carmo do Cajuru usarão os recursos de R$ 141,8 mil, R$ 181,9 mil e R$ 37,8 mil, respectivamente, para a reconstrução de pontes, estradas, vias públicas e obras de arte. Em Angelândia, o repasse de R$ 92,1 mil será para a construção de muro de contenção.

Outros estados
Além de Minas Gerais, Bahia, Alagoas, Amazonas e Paraná também tiveram cidades beneficiadas com recursos do Governo Federal. A cidade baiana de Dário Meira, atingida por chuvas intensas, receberá R$ 69 mil para recuperação de acesso e ponte. No mesmo estado, Mundo Novo, também atingida por fortes chuvas, usará R$ 1,3 milhões para a reconstrução de muros de contenção.

Com registro de enxurradas, o município de Canapi, em Alagoas, receberá R$ 102,8 mil para a reconstrução de passagens molhadas e bueiros.

Já o município de Nova Esperança, no Paraná, afetado por alagamentos, vai usar o recurso de R$ 288,2 mil para recapeamento do asfalto, pavimentação e reconstrução de emissário. Iracema do Oeste, também no estado paranaense, foi atingida por queda de granizo, e vai destinar o repasse de R$ 27,5 mil para reconstrução de paredes de alvenaria.

O post Cheia 2022: Defesa Civil Nacional enviará R$ 1,5 milhões para Boca do Acre apareceu primeiro em Jornal Opinião.