'Crime de guerra': líderes do G7 condenam ataque a shopping ucraniano

Em comunicado, países que participam da cúpula anual do grupo afirmam que Putin será responsabilizado pela ação que deixou ao menos 16 mortos

'Crime de guerra': líderes do G7 condenam ataque a shopping ucraniano
Líderes do G7 chamar ataque a shopping ucraniano de 'abominável'Reprodução/Twitter Olaf Scholz

Em um comunicado divulgado no site oficial da cúpula, os dirigentes de Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido classificaram como "abominável" a ação na cidade de Kremenchuk que deixou ao menos 16 mortos e 59 feridos.

No comunicado, os países do G7 também afirmaram que não descansarão até que a Rússia termine sua "guerra cruel e sem sentido contra a Ucrânia", além de afirmarem que Putin será responsabilizado pelo ocorrido.

Leia mais...