Detento que usava tornozeleira eletrônica é morto baleado, em Macapá; criminosos fugiram a pé

Ataque aconteceu nesta quarta-feira (25), na Zona Norte. Detento foi levado para o Hospital de Emergência (HE) de Macapá, mas faleceu John Pacheco/g1 Um detento do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) do Amapá, de 19 anos, que usava tornozeleira eletrônica foi morto baleado nesta quarta-feira (25), na Zona Norte de Macapá. Após o disparo, o atirador tentou fugir com ajuda de um comparsa num carro, mas o veículo não funcionou e a dupla saiu do local correndo a pé. O ataque aconteceu na Rua São Sebastião, no bairro São José, na Zona Norte de Macapá, pouco antes das 16h. A vítima dos disparos foi identificada como Willian Barbosa Monteiro, que respondia pelo crime de roubo. Monteiro, que recebeu um disparo na cabeça, chegou a ser levado por populares para o Hospital de Emergências (HE) de Macapá, mas não resistiu ao ferimento e morreu. Em função das características do crime, a polícia acredita que o caso seja um acerto de contas. Uma investigação foi aberta para identificar os atiradores. Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá VÍDEOS com as notícias do Amapá:

Detento que usava tornozeleira eletrônica é morto baleado, em Macapá; criminosos fugiram a pé

Ataque aconteceu nesta quarta-feira (25), na Zona Norte. Detento foi levado para o Hospital de Emergência (HE) de Macapá, mas faleceu John Pacheco/g1 Um detento do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) do Amapá, de 19 anos, que usava tornozeleira eletrônica foi morto baleado nesta quarta-feira (25), na Zona Norte de Macapá. Após o disparo, o atirador tentou fugir com ajuda de um comparsa num carro, mas o veículo não funcionou e a dupla saiu do local correndo a pé. O ataque aconteceu na Rua São Sebastião, no bairro São José, na Zona Norte de Macapá, pouco antes das 16h. A vítima dos disparos foi identificada como Willian Barbosa Monteiro, que respondia pelo crime de roubo. Monteiro, que recebeu um disparo na cabeça, chegou a ser levado por populares para o Hospital de Emergências (HE) de Macapá, mas não resistiu ao ferimento e morreu. Em função das características do crime, a polícia acredita que o caso seja um acerto de contas. Uma investigação foi aberta para identificar os atiradores. Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá VÍDEOS com as notícias do Amapá: