Dezenas de corpos carbonizados são encontrados dentro de carros

 Corpos Carbonizados 1 Mianmar.jpg Cerca de 30 corpos foram encontrados carbonizados dentro de veículos Mianmar, incluindo mulheres e crianças. De acordo com um oficial dissidente do governo e uma ONG local, as mortes são atribuídas a uma junta militar que está no poder. “Quando fomos explorar a área esta manhã, encontramos os cadáveres carbonizados em dois caminhões. Encontramos 27 cadáveres”, disse à AFP, uma pessoa ligada ao movimento de oposição no país, que preferiu não ser identificada. Ainda de acordo com testemunhas, "27 crânios" foram identificados. No entanto, “houvesse outros cadáveres no caminhão tão queimados que não foi possível contá-los". Mais mortes Segundo o observatório Myanmar Witness, “35 pessoas, incluindo mulheres e crianças, foram queimadas e mortas pelos militares em 24 de dezembro no cantão de Hpruso”. A ONG Save the Children também informou que dois membros de sua equipe em Mianmar estavam “desaparecidos”, após um ataque ao seu veículo, na mesma localidade. Até o momento, de acordo com outra ONG de direitos humanos, as ações de repressão da atual junta militar deixaram mais de 1.300 mortos em Mianmar, que mergulhou em uma grave crise política, desde que um golpe depôs Aung San Suu Kyi do governo, em fevereiro. * Com informações do R7Leia mais: Corpo carbonizado é de barbeiro que estava desaparecido em ManausCorpo carbonizado de cabelereiro é encontrado em terreno de ManausCorpo carbonizado de cabelereiro é encontrado em terreno de Manaus

Dezenas de corpos carbonizados são encontrados dentro de carros
 Corpos Carbonizados 1 Mianmar.jpg Cerca de 30 corpos foram encontrados carbonizados dentro de veículos Mianmar, incluindo mulheres e crianças. De acordo com um oficial dissidente do governo e uma ONG local, as mortes são atribuídas a uma junta militar que está no poder. “Quando fomos explorar a área esta manhã, encontramos os cadáveres carbonizados em dois caminhões. Encontramos 27 cadáveres”, disse à AFP, uma pessoa ligada ao movimento de oposição no país, que preferiu não ser identificada. Ainda de acordo com testemunhas, "27 crânios" foram identificados. No entanto, “houvesse outros cadáveres no caminhão tão queimados que não foi possível contá-los". Mais mortes Segundo o observatório Myanmar Witness, “35 pessoas, incluindo mulheres e crianças, foram queimadas e mortas pelos militares em 24 de dezembro no cantão de Hpruso”. A ONG Save the Children também informou que dois membros de sua equipe em Mianmar estavam “desaparecidos”, após um ataque ao seu veículo, na mesma localidade. Até o momento, de acordo com outra ONG de direitos humanos, as ações de repressão da atual junta militar deixaram mais de 1.300 mortos em Mianmar, que mergulhou em uma grave crise política, desde que um golpe depôs Aung San Suu Kyi do governo, em fevereiro. * Com informações do R7Leia mais: Corpo carbonizado é de barbeiro que estava desaparecido em ManausCorpo carbonizado de cabelereiro é encontrado em terreno de ManausCorpo carbonizado de cabelereiro é encontrado em terreno de Manaus