Em Boca do Acre, moradores da Translago fazem vaquinha e iluminam trecho da rodovia

Enquanto o prefeito de Boca do Acre, Zeca Cruz, posta fotos em Manaus, de supostas reuniões com o governador e parlamentares do Amazonas, afirmando que está em busca de melhorias para o município, aqui os moradores se juntam, fazem vaquinha, arrecadam importância financeira, e custeiam eles próprios o serviço de iluminação pública, que é de […] O post Em Boca do Acre, moradores da Translago fazem vaquinha e iluminam trecho da rodovia apareceu primeiro em Jornal Opinião.

Em Boca do Acre, moradores da Translago fazem vaquinha e iluminam trecho da rodovia

Enquanto o prefeito de Boca do Acre, Zeca Cruz, posta fotos em Manaus, de supostas reuniões com o governador e parlamentares do Amazonas, afirmando que está em busca de melhorias para o município, aqui os moradores se juntam, fazem vaquinha, arrecadam importância financeira, e custeiam eles próprios o serviço de iluminação pública, que é de total responsabilidade da Prefeitura.

A última realização popular foi dos moradores da Translago, nas proximidades do Desvio, que cansados de esperar pela providência dos responsáveis, resolveram tirar do próprio bolso o dinheiro para trocar as lâmpadas de um trecho significativamente grande, proporcionar a iluminação do local e garantir a sensação de segurança dos residentes.

Não tivemos contato com os moradores que proporcionaram a benfeitoria, para perguntar a respeito dos valores que foram arrecadados e gastos no serviço.

Cadê o carro?
A respeito desse assunto, no ano passado, a equipe de comunicação da Prefeitura postou nas redes sociais a aquisição de um carro dedicado à iluminação pública, no entanto, o serviço praticamente não andou, prova disso são as muitas ruas da cidade às escuras, incluindo nesse contexto a Estrada do Piquiá, que também foi alvo de notícia falaciosa, de que tudo estaria sendo arranjado, via Manaus, para que a rodovia que liga o Platô à Cidade Baixa, tivesse a iluminação revitalizada.

Muita grana
A respeito da iluminação pública, a Prefeitura de Boca do Acre ganhou na justiça o direito de reaver mais de 700 mil reais que a Amazonas Energia deixou de repassar para o município. Ou seja, mais grana que entraram nos cofres públicos, mas que pelo flagrante descaso, não foram destinados à sua finalidade.

Foi nessa mesma Translago que o padre que dirige a paróquia de São Pedro Apóstolo, pediu em nome de Deus, que a Prefeitura promovesse a iluminação de um pequeno trecho, pois na época os fieis estavam participando de novenas durante às noites. O pedido do padre, que foi feito documentalmente, não foi atendido.

Em várias ocasiões, ao longo do mandato do Prefeito Zeca Cruz, tornou-se quase rotina os cidadãos se reunirem para custear o serviço de iluminação pública, que como dito anteriormente, é de obrigatoriedade do município, que não cumpre, mesmo recebendo mensalmente uma média de 25 a 30 mil reais, repassados de forma religiosa pela Amazonas Energia.

Esse dinheiro que a concessionária credita na conta da Prefeitura de Boca do Acre, é arrecadado da Contribuição da Iluminação Pública, paga por cada cidadão bocacrense, que vê e paga a despesa, mas não tem o serviço.

O post Em Boca do Acre, moradores da Translago fazem vaquinha e iluminam trecho da rodovia apareceu primeiro em Jornal Opinião.