Infantilização é desafio encarado por mulheres com deficiência

Elas são quase 26 milhões no país, mas a sociedade e o capacitismo definem estereótipos que limitam mais que a própria deficiência

Infantilização é desafio encarado por mulheres com deficiência
Infantilização é um dos maiores desafios encarados por mulheres com deficiência Divulgação Az Mina

“Anjinho”, “fofinha”, “coitadinha”. Você provavelmente já ouviu essas palavras quando era criança, acompanhadas de um tom de voz infantil. Mulheres com deficiência segue ouvindo isso mesmo depois que se tornam adultas. Mas essa infantilização vai além, atravessa relacionamentos, trabalho e maternidade, tornando-se também violência sexual.

Abuso e fetichização até dentro dos relacionamentos 

Leia mais...