Jovem de 21 anos é executado com tiros na cabeça no Val Paraíso

 Morto 21 anos .jpg Manaus (AM) - Um homem, identificado como Ruan Lucas Colares Lobato, 21 anos, foi executado na tarde deste domingo (23), com tiros na cabeça e nas costas, na rua Maquaré, comunidade Val Paraíso, bairro Jorge Teixeira, zona Leste de Manaus. De acordo com informações preliminares, quatro homens abordaram Ruan a pé e atiraram nele à queima-roupa. Ele ainda tentou fugir, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A lei do silêncio imperou na cena do crime por parte dos moradores, que preferiram não passar mais detalhes por medo de represália.  Destaque #1Policiais da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) se dirigiriam à rua Maquaré e fizeram patrulhamento na área, mas os criminosos não foram encontrados. Cápsulas de ponto 40 foram recolhidas pela equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que deve seguir a linha de investigação como mais uma execução do tráfico de drogas em Manaus. A dor da mãeNo momento em que a polícia realizava os trabalhos, a mãe da vítima chegou à cena do crime e ficou desesperada, sendo amparada  e retirada por familiares do local. "Meu filho, meu filho, não! Eu quero ver meu filho!", gritava a mulher, extremamente abalada. Agentes do Departamento Técnico de Polícia Científica (DPTC) realizaram a perícia no corpo. Depois o Instituto Médico Legal (IML) fez a remoção.Leia mais: Em ação cinematográfica, PMs frustram assalto a banco no AmazonasHomem é morto a facadas por "amigo" durante bebedeira em ManausMulher é morta e tem corpo jogado em Igarapé no Amazonas

Jovem de 21 anos é executado com tiros na cabeça no Val Paraíso
 Morto 21 anos .jpg Manaus (AM) - Um homem, identificado como Ruan Lucas Colares Lobato, 21 anos, foi executado na tarde deste domingo (23), com tiros na cabeça e nas costas, na rua Maquaré, comunidade Val Paraíso, bairro Jorge Teixeira, zona Leste de Manaus. De acordo com informações preliminares, quatro homens abordaram Ruan a pé e atiraram nele à queima-roupa. Ele ainda tentou fugir, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A lei do silêncio imperou na cena do crime por parte dos moradores, que preferiram não passar mais detalhes por medo de represália.  Destaque #1Policiais da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) se dirigiriam à rua Maquaré e fizeram patrulhamento na área, mas os criminosos não foram encontrados. Cápsulas de ponto 40 foram recolhidas pela equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que deve seguir a linha de investigação como mais uma execução do tráfico de drogas em Manaus. A dor da mãeNo momento em que a polícia realizava os trabalhos, a mãe da vítima chegou à cena do crime e ficou desesperada, sendo amparada  e retirada por familiares do local. "Meu filho, meu filho, não! Eu quero ver meu filho!", gritava a mulher, extremamente abalada. Agentes do Departamento Técnico de Polícia Científica (DPTC) realizaram a perícia no corpo. Depois o Instituto Médico Legal (IML) fez a remoção.Leia mais: Em ação cinematográfica, PMs frustram assalto a banco no AmazonasHomem é morto a facadas por "amigo" durante bebedeira em ManausMulher é morta e tem corpo jogado em Igarapé no Amazonas