Kevinho, Jottapê, Fioti e outros MCs saem da Kondzilla e vão para a Portuga Records após sócios romperem

Konrad Dantas, o Kondzilla, e Marcelo Portuga eram sócios na gravadora com alguns dos maiores artistas de funk do Brasil. Com separação dos empresários, elenco fica dividido. Da esquerda: Jottapê, Kevinho e Fioti, que eram da Kondzilla Records e agora são da Portuga Records Divulgação Kondzilla, a marca mais conhecida do funk no Brasil, perdeu parte dos seus MCs agenciados após o rompimento dos dois sócios da empresa. Konrad Dantas, conhecido como Kondzilla, confirmou o fim da sociedade com Marcelo Portuga, que o ajudou a implantar o setor de agenciamento, editora e gravadora da empresa em 2017. Kevinho, Jottapê, Fioti, Tainá Costa, MM, Matheuzinho e Hollywood estão entre os maiores artistas que passam a fazer parte da Portuga Records, nova empresa de Marcelo. Lexa, Kekel, Livinho, Davi Kneip, Mila, MC Lynne e Vinny estão entre os principais cantores que continuam na Kondzilla Records, de Konrad. Konrad e Marcelo já estavam com atividades separadas, mas só agora anunciaram oficialmente o rompimento (veja o comunicado completo abaixo). A disputa ficou aparente para os fãs de funk no início de 2022, quando o perfil no Instagram da Kondzilla Records apareceu com outro nome, KZMP. Com mais de 2,5 milhões de seguidores, o perfil é tocado por Marcelo, que agora colocou o novo nome na página, Portuga Records. Konrad Dantas, fundador da Kondzilla (esquerda) e Marcelo Portuga (direita, no centro), ao lado dos MCs Matteuzinho, Tainá Costa, Jottapê e Kevinho Fábio Tito / G1 e Reprodução / Instagram O que é a Kondzilla? Konrad Dantas, que tem o apelido de Kondzilla, fundou a companhia em 2012, inicialmente como uma produtora de clipes. A Kondzilla tem 4 áreas de atuação: Kondzilla Filmes - produção audiovisual, área inicial de atividade. Eles fazem não só clipes, mas também séries, como o sucesso "Sintonia", em parceria com a Netflix. Konrad é o fundador e diretor dessa área. Licenciamento de produtos Portal Kondzilla - notícias Kondzilla Records - agência de artistas, gravadora e editora de músicas, criada em parceria pelos dois. É nesta atividade, que tem Portuga e Konrad como sócios, que houve o racha. O MC Jottapê, que interpreta o personagem Doni em "Sintonia", vai para a Portuga Records, mas não vai deixar de participar da série da Kondzilla. Encontro em 2017... Portuga foi sócio da GR6, concorrente da Kondzilla, até 2017. Ele rompeu com a empresa e levou parte dos artistas, inclusive o estourado MC Kevinho, se uniu ao dono do maior canal de vídeos de funk do Brasil e fundou a Kondzilla Records. O rompimento de Portuga com a GR6 e sua união com Kondzilla foi uma revolução no funk de SP, e marcou um momento de expansão e disputa das duas empresas. Houve até uma "guerra de contratação de MCs". Antes disso, a GR6 e a Kondzilla eram parceiras. A primeira agenciava os maiores artistas; a segunda produzia os maiores clipes. Quando Portuga rompeu com a GR6 e abriu um setor de agenciamento de cantores na Kondzilla, começou a guerra. Rodrigo Oliveira, dono da GR6, revidou, e passou também a investir em clipes. Em junho de 2019, o g1 contou como ele conseguiu tirar parte da audiência da Kondzilla no YouTube e esquentar a batalha entre as duas maiores empresas do funk de SP. ... e separação em 2022 No início do ano, a GR6 anunciou a contratação de MC Dede, que era da Kondzilla Records. Portuga se reaproximou de Rodrigo, como o g1 comprovou em um evento da GR6, com registro no podcast g1 ouviu. Portuga dizia que estava “revendo os termos da sociedade” com Konrad Dantas. Ele não quis entrar em detalhes sobre o motivo desentendimento com Konrad, mas afirmou que abandonar o nome Kondzilla Records não foi uma decisão repentina, e o desgaste vinha de muito tempo. Já Konrad disse, através de sua assessoria de imprensa, que ia "tomar providências" para interromper o uso da marca KZMP pela empresa, mas não quis informar que tipo de medidas iria tomar. No dia 16 de março eles publicaram o comunicado conjunto dizendo que a divisão foi consensual e a criação da Portuga Records vai permitir que os dois continuem suas atividades separadamente. Leia abaixo: Initial plugin text

Kevinho, Jottapê, Fioti e outros MCs saem da Kondzilla e vão para a Portuga Records após sócios romperem

Konrad Dantas, o Kondzilla, e Marcelo Portuga eram sócios na gravadora com alguns dos maiores artistas de funk do Brasil. Com separação dos empresários, elenco fica dividido. Da esquerda: Jottapê, Kevinho e Fioti, que eram da Kondzilla Records e agora são da Portuga Records Divulgação Kondzilla, a marca mais conhecida do funk no Brasil, perdeu parte dos seus MCs agenciados após o rompimento dos dois sócios da empresa. Konrad Dantas, conhecido como Kondzilla, confirmou o fim da sociedade com Marcelo Portuga, que o ajudou a implantar o setor de agenciamento, editora e gravadora da empresa em 2017. Kevinho, Jottapê, Fioti, Tainá Costa, MM, Matheuzinho e Hollywood estão entre os maiores artistas que passam a fazer parte da Portuga Records, nova empresa de Marcelo. Lexa, Kekel, Livinho, Davi Kneip, Mila, MC Lynne e Vinny estão entre os principais cantores que continuam na Kondzilla Records, de Konrad. Konrad e Marcelo já estavam com atividades separadas, mas só agora anunciaram oficialmente o rompimento (veja o comunicado completo abaixo). A disputa ficou aparente para os fãs de funk no início de 2022, quando o perfil no Instagram da Kondzilla Records apareceu com outro nome, KZMP. Com mais de 2,5 milhões de seguidores, o perfil é tocado por Marcelo, que agora colocou o novo nome na página, Portuga Records. Konrad Dantas, fundador da Kondzilla (esquerda) e Marcelo Portuga (direita, no centro), ao lado dos MCs Matteuzinho, Tainá Costa, Jottapê e Kevinho Fábio Tito / G1 e Reprodução / Instagram O que é a Kondzilla? Konrad Dantas, que tem o apelido de Kondzilla, fundou a companhia em 2012, inicialmente como uma produtora de clipes. A Kondzilla tem 4 áreas de atuação: Kondzilla Filmes - produção audiovisual, área inicial de atividade. Eles fazem não só clipes, mas também séries, como o sucesso "Sintonia", em parceria com a Netflix. Konrad é o fundador e diretor dessa área. Licenciamento de produtos Portal Kondzilla - notícias Kondzilla Records - agência de artistas, gravadora e editora de músicas, criada em parceria pelos dois. É nesta atividade, que tem Portuga e Konrad como sócios, que houve o racha. O MC Jottapê, que interpreta o personagem Doni em "Sintonia", vai para a Portuga Records, mas não vai deixar de participar da série da Kondzilla. Encontro em 2017... Portuga foi sócio da GR6, concorrente da Kondzilla, até 2017. Ele rompeu com a empresa e levou parte dos artistas, inclusive o estourado MC Kevinho, se uniu ao dono do maior canal de vídeos de funk do Brasil e fundou a Kondzilla Records. O rompimento de Portuga com a GR6 e sua união com Kondzilla foi uma revolução no funk de SP, e marcou um momento de expansão e disputa das duas empresas. Houve até uma "guerra de contratação de MCs". Antes disso, a GR6 e a Kondzilla eram parceiras. A primeira agenciava os maiores artistas; a segunda produzia os maiores clipes. Quando Portuga rompeu com a GR6 e abriu um setor de agenciamento de cantores na Kondzilla, começou a guerra. Rodrigo Oliveira, dono da GR6, revidou, e passou também a investir em clipes. Em junho de 2019, o g1 contou como ele conseguiu tirar parte da audiência da Kondzilla no YouTube e esquentar a batalha entre as duas maiores empresas do funk de SP. ... e separação em 2022 No início do ano, a GR6 anunciou a contratação de MC Dede, que era da Kondzilla Records. Portuga se reaproximou de Rodrigo, como o g1 comprovou em um evento da GR6, com registro no podcast g1 ouviu. Portuga dizia que estava “revendo os termos da sociedade” com Konrad Dantas. Ele não quis entrar em detalhes sobre o motivo desentendimento com Konrad, mas afirmou que abandonar o nome Kondzilla Records não foi uma decisão repentina, e o desgaste vinha de muito tempo. Já Konrad disse, através de sua assessoria de imprensa, que ia "tomar providências" para interromper o uso da marca KZMP pela empresa, mas não quis informar que tipo de medidas iria tomar. No dia 16 de março eles publicaram o comunicado conjunto dizendo que a divisão foi consensual e a criação da Portuga Records vai permitir que os dois continuem suas atividades separadamente. Leia abaixo: Initial plugin text