Líder nas pesquisas, Valmir de Francisquinho tem inelegibilidade confirmada pelo TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) condenou, nesta quinta-feira, 23, o ex-prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho, e o deputado estadual Talysson de Valmir, ambos do PL, pelo crime de abuso de poder econômico nas eleições de 2018. De acordo com a decisão do TSE, Valmir usou a máquina pública da Prefeitura de Itabaiana para eleger […]

Líder nas pesquisas, Valmir de Francisquinho tem inelegibilidade confirmada pelo TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) condenou, nesta quinta-feira, 23, o ex-prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho, e o deputado estadual Talysson de Valmir, ambos do PL, pelo crime de abuso de poder econômico nas eleições de 2018.

De acordo com a decisão do TSE, Valmir usou a máquina pública da Prefeitura de Itabaiana para eleger o filho deputado estadual. Por isso, pai e filho estão inelegíveis por oito anos a contar de 2018. Além disso, o deputado Talysson de Valmir teve seu mandato cassado. Contudo, informações dão conta que da decisão ainda cabe recurso.

O julgamento

O ministro Carlos Horbach, que havia pedido vistas, votou a favor de Valmir, bem como os ministros Alexandre de Moraes e Benedito Gonçalves. Já o relator do processo, Sérgio Silveira Banhos votou pela inelegibilidade de Valmir, bem como os ministros Nunes Marques e Mauro Campbell Marques e o presidente do TSE, Luiz Edson Fachin.