Motoristas fazem paralisação no transporte público de Guarapuava

Trabalhadores paralisaram veículos no Terminal da Fonte, por volta das 8h com objetivo de retomar o serviço após 11h; categoria pede reposição salarial e reclama de atraso nos pagamentos. Motoristas e cobradores paralisaram ônibus em Guarapuava, na manhã desta quarta-feira (25) Lucas Henning/RPC Motoristas e cobradores do transporte público de Guarapuava, na região central do Paraná, fizeram uma paralisação na manhã desta quarta-feira (25). Os trabalhadores paralisaram ônibus no Terminal da Fonte, por volta das 8h, com objetivo de retomar os serviços após as 11h. Os funcionários pedem reposição salarial de 11,08%, valor retroativo a novembro, data-base da categoria. De acordo com Sindicato Profissional dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Guarapuava (Sintrar), os profissionais também reclamam de atrasos constantes nos pagamentos dos salários. A empresa Pérola do Oeste, responsável pelo transporte público na cidade, disse que vem enfrentando uma situação muito difícil nos dois últimos anos, impactada pelo desequilíbrio econômico-financeiro e pela queda de passageiros, ambas circunstâncias agravadas pela pandemia e pela recente alta do diesel. Atualmente, a empresa informou que opera com prejuízo mensal de R$ 600 mil e que já solicitou à prefeitura auxilio financeiro, mas afirmou que não obteve retorno. Motoristas param transporte coletivo em Guarapuava A Pérola do Oeste disse que reconhece as reivindicações do sindicato e que "gostaria de ter condições de fazer todo o repasse necessário, mas no momento isso se torna inviável diante da grave situação financeira". A empresa disse que "espera encontrar uma solução que permita a continuidade da prestação do serviço". Até a publicação desta reportagem, o g1 e a RPC aguardavam retorno da Prefeitura de Guarapuava. Assista aos vídeos mais acessados do g1 PR Veja mais notícias da região no g1 Campos Gerais e Sul.

Motoristas fazem paralisação no transporte público de Guarapuava

Trabalhadores paralisaram veículos no Terminal da Fonte, por volta das 8h com objetivo de retomar o serviço após 11h; categoria pede reposição salarial e reclama de atraso nos pagamentos. Motoristas e cobradores paralisaram ônibus em Guarapuava, na manhã desta quarta-feira (25) Lucas Henning/RPC Motoristas e cobradores do transporte público de Guarapuava, na região central do Paraná, fizeram uma paralisação na manhã desta quarta-feira (25). Os trabalhadores paralisaram ônibus no Terminal da Fonte, por volta das 8h, com objetivo de retomar os serviços após as 11h. Os funcionários pedem reposição salarial de 11,08%, valor retroativo a novembro, data-base da categoria. De acordo com Sindicato Profissional dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Guarapuava (Sintrar), os profissionais também reclamam de atrasos constantes nos pagamentos dos salários. A empresa Pérola do Oeste, responsável pelo transporte público na cidade, disse que vem enfrentando uma situação muito difícil nos dois últimos anos, impactada pelo desequilíbrio econômico-financeiro e pela queda de passageiros, ambas circunstâncias agravadas pela pandemia e pela recente alta do diesel. Atualmente, a empresa informou que opera com prejuízo mensal de R$ 600 mil e que já solicitou à prefeitura auxilio financeiro, mas afirmou que não obteve retorno. Motoristas param transporte coletivo em Guarapuava A Pérola do Oeste disse que reconhece as reivindicações do sindicato e que "gostaria de ter condições de fazer todo o repasse necessário, mas no momento isso se torna inviável diante da grave situação financeira". A empresa disse que "espera encontrar uma solução que permita a continuidade da prestação do serviço". Até a publicação desta reportagem, o g1 e a RPC aguardavam retorno da Prefeitura de Guarapuava. Assista aos vídeos mais acessados do g1 PR Veja mais notícias da região no g1 Campos Gerais e Sul.