Operação cumpre 16 mandados de prisão contra grupo criminoso em Umbaúba

A suspeita é que eles praticam tráfico de drogas e uso posse ou porte ilegal de arma de fogo. Operação cumpre 16 mandados de prisão contra grupo criminoso em Umbaúba SSP/SE Dezesseis mandados de busca e apreensão contra nove investigador por integrar um grupo envolvido em tráfico de drogas e posse ou porte ilegal de arma de fogo está sendo cumprido em Umbaúba nesta quinta-feira (23). As investigações tiveram início há três meses e foram desencadeadas a partir das denúncias. “O objetivo é o de identificar e qualificar pessoas que constituíam organização criminosa de tráfico de drogas e de posse ou porte ilegal de arma de fogo. A investigação teve início a partir de disques-denúncias recebidos de julho até dezembro. Foi feito um filtro e identificou-se que se tratava das mesmas pessoas”, disse o delegado Gustavo Mendes. A operação, chamada de Themis, foi deflagrada pela Delegacia de Umbaúba e conta com a participação de cerca de 160 policiais, entre civis e militares. O nome da operação remete à deusa grega da Justiça.

Operação cumpre 16 mandados de prisão contra grupo criminoso em Umbaúba

A suspeita é que eles praticam tráfico de drogas e uso posse ou porte ilegal de arma de fogo. Operação cumpre 16 mandados de prisão contra grupo criminoso em Umbaúba SSP/SE Dezesseis mandados de busca e apreensão contra nove investigador por integrar um grupo envolvido em tráfico de drogas e posse ou porte ilegal de arma de fogo está sendo cumprido em Umbaúba nesta quinta-feira (23). As investigações tiveram início há três meses e foram desencadeadas a partir das denúncias. “O objetivo é o de identificar e qualificar pessoas que constituíam organização criminosa de tráfico de drogas e de posse ou porte ilegal de arma de fogo. A investigação teve início a partir de disques-denúncias recebidos de julho até dezembro. Foi feito um filtro e identificou-se que se tratava das mesmas pessoas”, disse o delegado Gustavo Mendes. A operação, chamada de Themis, foi deflagrada pela Delegacia de Umbaúba e conta com a participação de cerca de 160 policiais, entre civis e militares. O nome da operação remete à deusa grega da Justiça.