Pai de Klara Castanho compartilha apoio à filha após carta aberta sobre estupro e gravidez

Cláudio Castanho, pai de Klara Castanho, de 21 anos de idade, postou uma declaração de amor aos dois filhos após a carta aberta da atriz sobre ter sido estuprada e, após engravidar, ter entregue o bebê para a adoção. “Estarei com vocês até o fim da minha vida!”, dizia o texto de Cláudio, que aparece com Klara e...

Pai de Klara Castanho compartilha apoio à filha após carta aberta sobre estupro e gravidez

Cláudio Castanho, pai de Klara Castanho, de 21 anos de idade, postou uma declaração de amor aos dois filhos após a carta aberta da atriz sobre ter sido estuprada e, após engravidar, ter entregue o bebê para a adoção.

Reprodução / Instagram

Cláudio Castanho com os filhos, Lucas e Klara Castanho

“Estarei com vocês até o fim da minha vida!”, dizia o texto de Cláudio, que aparece com Klara e o caçula, Lucas Castanho, em uma foto antiga do trio em dia de praia.

Mais cedo, Klara Castanho usou o Instagram para compartilhar uma carta aberta informando que foi estuprada, engravidou e entregou o bebê para a adoção. “Não posso silenciar ao ver pessoas conspirando e criando versões sobre uma violência repulsiva e de um trauma que sofri. Fui estuprada. Relembrar esse episódio traz uma sensação de morte, porque algo morreu em mim. Não estava na minha cidade, não estava perto da minha família nem dos meus amigos”, começou ela, que deu à luz ao bebê e o entregou para adoção.

“Eu não tinha (e não tenho) condições emocionais de dar para essa criança o amor, o cuidado e tudo o que ela merece ter. Entre o momento que eu soube da gravidez e o parto se passaram poucos dias. Era demais para processar, para aceitar e tomei a atitude que eu considero mais digna e humana”, ainda explicou.

“A verdade é dura, mas essa é a história real. Essa é a dor que me dilacera. No momento, eu estou amparada pela minha família e cuidando da minha saúde mental e física. Minha história se tornar pública não foi um desejo meu, mas espero que, ao menos, tudo o que me aconteceu sirva para que mulheres e meninas não se sintam culpadas ou envergonhadas pelas violências que elas sofrem. Entregar uma criança em adoção não é um crime, é um ato supremo de cuidado. Eu vou tentar me reconstruir, e conto com a compreensão de vocês para me ajudar a manter a privacidade que o momento exige. Com carinho, Klara Castanho”, finalizou.

Cláudio Castanho, pai de Klara Castanho, posta após revelação de estupro e gravidez (Foto: Reprodução/Instagram)
Cláudio Castanho, pai de Klara Castanho, posta após revelação de estupro e gravidez (Foto: Reprodução/Instagram)