Economia prorroga vencimentos de parcelamentos tributários

12 Mai 2020

Prazos prorrogados são para parcelamentos da Receita Federal e PGFN

Pixabay

O Ministério da Economia prorrogou os prazos de vencimento de prestações mensais devidas por contribuintes

no âmbito de programas de parcelamentos administrados pela Secretaria Especial da Receita Federal e pela (Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional). A decisão está formalizada em portaria no DOU (Diário Oficial da União) e se dá em virtude da pandemia do novo coronavírus.

Leia mais: Setor de serviços tem pior resultado desde 2011, diz IBGE

De acordo com a portaria, os vencimentos das parcelas ficam prorrogados até o último dia útil do mês: de agosto de 2020, para as parcelas com vencimento em maio de 2020; de outubro de 2020, para as parcelas com vencimento em junho de 2020; e de dezembro de 2020, para as parcelas com vencimento em julho de 2020.

O texto estabelece que a prorrogação "não afasta a incidência de juros, na forma prevista na respectiva lei de regência do parcelamento".

Além disso, ressalta que o adiamento abrange somente as parcelas vincendas a partir da portaria, que a prorrogação não implica direito à restituição ou compensação de quantias eventualmente já recolhidas e que a ampliação de prazo não se aplica aos parcelamentos de tributos apurados na forma do Simples Nacional, regime voltado para microempresas e empresas de pequeno porte.

Copyright © Estadão. Todos os direitos reservados.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree