Confira 10 soluções digitais criadas pela Estônia para contornar a crise causada pelo COVID-19

15 Mai 2020

Confira 10 soluções digitais criadas pela Estônia para contornar a crise causada pelo COVID-19

1 De 15
Foto 1 de 15 - Verificação remota com o objetivo
de evitar interações face a face e dar mais flexibilidade para o ambiente de negócios. Esta tecnologia de verificação de identidade permite atos notariais. (Foto: Pixabay)
A startup de telemedicina Viveo Health levantou 2 milhões de euros para fornecer atendimento médico através de vídeo. Esta solução permitiu um maior isolamento social, evitando um houvesse um grande fluxo de pacientes nos hospitais do país (Foto: Pixabay)
Foto 2 de 15 - A startup de telemedicina Viveo Health levantou 2 milhões de euros para fornecer atendimento médico através de vídeo. Esta solução permitiu um maior isolamento social, evitando um houvesse um grande fluxo de pacientes nos hospitais do país (Foto: Pixabay)
Em colaboração com a empresa de software Heisi, foi criada, em poucos dias, uma plataforma para emitir atestados médicos automáticos. Os pacientes podem criar seus próprios atestados, com base em prontuários de saúde. Isso reduz a pressão sobre os profissionais de saúde, que podem dedicar mais horas ao cuidado de doentes(Foto: Pixabay)
Foto 3 de 15 - Em colaboração com a empresa de software Heisi, foi criada, em poucos dias, uma plataforma para emitir atestados médicos automáticos. Os pacientes podem criar seus próprios atestados, com base em prontuários de saúde. Isso reduz a pressão sobre os profissionais de saúde, que podem dedicar mais horas ao cuidado de doentes(Foto: Pixabay)
A empresa VAAB ajudou a fortalecer o sistema de saúde do país fornecendo uma base de dados que reúne os contatos de voluntários e organizações com experiência em medicina. Hoje, a base de dados contém mais de 750 voluntários treinados, prontos para ajudar os hospitais(Foto: Pixabay)
Foto 4 de 15 - A empresa VAAB ajudou a fortalecer o sistema de saúde do país fornecendo uma base de dados que reúne os contatos de voluntários e organizações com experiência em medicina. Hoje, a base de dados contém mais de 750 voluntários treinados, prontos para ajudar os hospitais(Foto: Pixabay)
Com as escolas fechadas durante a crise, o ensino e a aprendizagem foram totalmente transferidas para o ambiente virtual. Para apoiar professores e pais durante a pandemia, a Estônia ofereceu gratuitamente para outros países as suas soluções de e-learning. A plataforma Education Nation oferece mais de 40 soluções de aprendizagem remota (Foto: Pixabay)
Foto 5 de 15 - Com as escolas fechadas durante a crise, o ensino e a aprendizagem foram totalmente transferidas para o ambiente virtual. Para apoiar professores e pais durante a pandemia, a Estônia ofereceu gratuitamente para outros países as suas soluções de e-learning. A plataforma Education Nation oferece mais de 40 soluções de aprendizagem remota (Foto: Pixabay)
A plataforma Share Force One liga as empresas que foram atingidas pela crise e tiveram que demitir funcionários a outras empresas com vagas temporárias abertas (Foto: Pixabay)
Foto 6 de 15 - A plataforma Share Force One liga as empresas que foram atingidas pela crise e tiveram que demitir funcionários a outras empresas com vagas temporárias abertas (Foto: Pixabay)
A empresa Zelos fornece uma plataforma que conecta potenciais voluntários com pessoas que precisam de apoio (como idosos com necessidade de fazer compras). A plataforma já está sendo implementada em países vizinhos, como a Letônia (Foto: Pixabay)
Foto 7 de 15 - A empresa Zelos fornece uma plataforma que conecta potenciais voluntários com pessoas que precisam de apoio (como idosos com necessidade de fazer compras). A plataforma já está sendo implementada em países vizinhos, como a Letônia (Foto: Pixabay)
A Demograft Platform rastreia a localização geográfica das pessoas com dados móveis anônimos. Isso permite que as autoridades locais possam entender como o vírus está se disseminando, proporcionando respostas mais rápidas e efetivas (Foto: Pixabay)
Foto 8 de 15 - A Demograft Platform rastreia a localização geográfica das pessoas com dados móveis anônimos. Isso permite que as autoridades locais possam entender como o vírus está se disseminando, proporcionando respostas mais rápidas e efetivas (Foto: Pixabay)
O aluguel de salas de reunião está sendo oferecido a indivíduos, para viabilizar o distanciamento social. Preparadas para o trabalho remoto, as salas são desinfetadas depois de casa uso, permitindo que as pessoas trabalhem de modo tranquilo e seguro (Foto: Pixabay)
Foto 9 de 15 - O aluguel de salas de reunião está sendo oferecido a indivíduos, para viabilizar o distanciamento social. Preparadas para o trabalho remoto, as salas são desinfetadas depois de casa uso, permitindo que as pessoas trabalhem de modo tranquilo e seguro (Foto: Pixabay)
A Bikeep disponibiliza bicicletas em locais públicos. Qualquer pessoa pode alugá-las usando o aplicativo da empresa. O locatário é identificado pelos documentos de identidade – que, na Estônia são 100% digitais – e pode alugar a bike de graça. Durante a crise, esta solução proporciona um meio de deslocamento mais seguro e evita um uso intenso de transporte público (Foto: Pixabay)
Foto 10 de 15 - A Bikeep disponibiliza bicicletas em locais públicos. Qualquer pessoa pode alugá-las usando o aplicativo da empresa. O locatário é identificado pelos documentos de identidade – que, na Estônia são 100% digitais – e pode alugar a bike de graça. Durante a crise, esta solução proporciona um meio de deslocamento mais seguro e evita um uso intenso de transporte público (Foto: Pixabay)
A tecnologia não é a solução para tudo, mas pode ajudar os governos em todo mundo a enfrentar a pandemia da Covid-19 de maneira muito mais efetiva, com economia de tempo e de recursos (Foto: Pixabay)
Foto 11 de 15 - A tecnologia não é a solução para tudo, mas pode ajudar os governos em todo mundo a enfrentar a pandemia da Covid-19 de maneira muito mais efetiva, com economia de tempo e de recursos (Foto: Pixabay)
Por isso, o governo da Estônia promoveu, em abril, em parceria com empresas estonianas, um hackaton mundial, Global Hack, Durante quatro dias, participantes de mais de 50 países se juntaram, pela internet, para criar soluções tecnológicas para a crise (Foto: Pixabay)
Foto 12 de 15 - Por isso, o governo da Estônia promoveu, em abril, em parceria com empresas estonianas, um hackaton mundial, Global Hack, Durante quatro dias, participantes de mais de 50 países se juntaram, pela internet, para criar soluções tecnológicas para a crise (Foto: Pixabay)
Algumas delas já estão sendo implementadas mundo afora (Foto: Pixabay)
Foto 13 de 15 - Algumas delas já estão sendo implementadas mundo afora (Foto: Pixabay)
Em um país de dimensões continentais com o Brasil, com uma população de 208 milhões de habitantes, a tecnologia é uma aliada indispensável durante estes tempos difíceis (Foto: Pixabay)
Foto 14 de 15 - Em um país de dimensões continentais com o Brasil, com uma população de 208 milhões de habitantes, a tecnologia é uma aliada indispensável durante estes tempos difíceis (Foto: Pixabay)
Conhecida como o novo paraíso das startups, a Estônia mobilizou os melhores cérebros do país – desde empresários a cientistas e administradores públicos – para achatar a curva de contágio pela Covid-19 no país e para amenizar os impactos econômicos causados pela pandemia (Foto: Pixabay)
Foto 15 de 15 - Conhecida como o novo paraíso das startups, a Estônia mobilizou os melhores cérebros do país – desde empresários a cientistas e administradores públicos – para achatar a curva de contágio pela Covid-19 no país e para amenizar os impactos econômicos causados pela pandemia (Foto: Pixabay)

Conhecida como o novo paraíso das startups, a Estônia mobilizou os melhores cérebros do país – desde empresários a cientistas e administradores públicos – para achatar a curva de contágio pela Covid-19 no país e amenizar os impactos econômicos causados pela pandemia.

++ Pesquisa aponta o que mudará na vida dos brasileiros após a quarentena

Depois de fazer uso dessas tecnologias no país, a Estônia está ajudando outros países do mundo a encontrar soluções tecnológicas para os desafios gerados pelo novo coronavírus.

Listamos 10 soluções digitais criadas por startups estonianas e que podem ser reproduzidas mundialmente, confira:

Verificação remota para notários

Verificação remota com o objetivo de evitar interações face a face e dar mais flexibilidade para o ambiente de negócios. Esta tecnologia de verificação de identidade permite atos notariais.

Consulta médica virtual por vídeo

A startup de telemedicina Viveo Health levantou 2 milhões de euros para fornecer atendimento médico através de vídeo. Esta solução permitiu um maior isolamento social, evitando um houvesse um grande fluxo de pacientes nos hospitais do país.

Produção automática de atestados médicos

Em colaboração com a empresa de software Heisi, foi criada, em poucos dias, uma plataforma para emitir atestados médicos automáticos. Os pacientes podem criar seus próprios atestados, com base em prontuários de saúde. Isso reduz a pressão sobre os profissionais de saúde, que podem dedicar mais horas ao cuidado de doentes.

Base de dados listando voluntários com conhecimentos médicos

A empresa VAAB ajudou a fortalecer o sistema de saúde do país fornecendo uma base de dados que reúne os contatos de voluntários e organizações com experiência em medicina. Hoje, a base de dados contém mais de 750 voluntários treinados, prontos para ajudar os hospitais.

Ferramentas gratuitas de e-learning

Com as escolas fechadas durante a crise, o ensino e a aprendizagem foram totalmente transferidas para o ambiente virtual. Para apoiar professores e pais durante a pandemia, a Estônia ofereceu gratuitamente para outros países as suas soluções de e-learning. A plataforma Education Nation oferece mais de 40 soluções de aprendizagem remota.

Plataforma para encontrar trabalhadores disponíveis

A plataforma Share Force One liga as empresas que foram atingidas pela crise e tiveram que demitir funcionários a outras empresas com vagas temporárias abertas.

Plataforma fornece ajuda a quem precisa

A empresa Zelos fornece uma plataforma que conecta potenciais voluntários com pessoas que precisam de apoio (como idosos com necessidade de fazer compras). A plataforma já está sendo implementada em países vizinhos, como a Letônia.

Localização geográfica através de dados móveis, mas com privacidade

A Demograft Platform rastreia a localização geográfica das pessoas com dados móveis anônimos. Isso permite que as autoridades locais possam entender como o vírus está se disseminando, proporcionando respostas mais rápidas e efetivas.

Aluguel de salas de reuniões desinfetadas

O aluguel de salas de reunião está sendo oferecido a indivíduos, para viabilizar o distanciamento social. Preparadas para o trabalho remoto, as salas são desinfetadas depois de casa uso, permitindo que as pessoas trabalhem de modo tranquilo e seguro.

Aluguel gratuito de bicicletas

A Bikeep disponibiliza bicicletas em locais públicos. Qualquer pessoa pode alugá-las usando o aplicativo da empresa. O locatário é identificado pelos documentos de identidade – que, na Estônia são 100% digitais – e pode alugar a bike de graça. Durante a crise, esta solução proporciona um meio de deslocamento mais seguro e evita um uso intenso de transporte público.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree