Semana do Brasil teve queda de 8,3% no faturamento, diz pesquisa

16 Setembro 2020

Movimentação no comércio durante Semana do Brasil, em São Paulo

RENATO S. CERQUEIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A chamada "Semana do Brasil" registrou queda de

8,3% no faturamento do varejo brasileiro ante o número de 2019. O período de promoções relacionado ao feriado do dia 7 de setembro havia mostrado alta de 11% em 2019 sobre 2018. Os dados são de um levantamento da Cielo para o Global Retail Show e foram divulgados nesta terça-feira pelo presidente da Gouvêa Experience, Marcos Gouvêa.

"Há 30 ou 40 dias as entidades nos procuraram para mobilizar as ofertas para a Semana do Brasil. A pandemia deixou o varejo muito desorganizado. Mas antes desta semana, em agosto, os números de perdas no varejo eram de 18,4%", disse Gouvêa.

Ele pontua, porém, que se considerado os números do e-commerce, houve alta de 10% no faturamento. Descontando, no entanto, setores muito negativamente afetados como o de turismo, houve crescimento de cerca de 90% no faturamento sobre os dados de 2019.

No turismo e transporte, a queda sobre o mesmo período de 2019 foi de cerca de 10%. Antes da semana promocional, a queda era de mais de 80% em relação ao ano passado.

Em bares e restaurantes, as perdas ficaram em torno de 36%, antes era de 40% a 50%. Já o setor de móveis e eletrodomésticos registrou alta de 7%.

Copyright © Estadão. Todos os direitos reservados.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree