-->

Kraft Heinz tem queda nas vendas com menor consumo de ketchup

31 Outubro 2019

A de declínio nas vendas, em um sinal de que continua a existir pressão sobre a fabricante de alimentos, que está sofrendo com a mudança nas preferências dos consumidores.

A empresa,

sediada nos Estados Unidos e responsável por produtos tradicionais como o ketchup Heinz, o molho HP Sauce e o macaroni and cheese (macarrão com queijo) Kraft, líquidas no terceiro trimestre, ante o período em 2018, para US$ 6,1 bilhões (R$ 24,4 bilhões).

Vendas de linhas de produtos e a força do dólar responderam por boa parte desse declínio, mas também houve uma queda de 1,1% em base orgânica.

Mac&Cheese e Ketchup da Karft Heinz - Scott Olson - 17.fev.2017/AFP

A Kraft Heinz, e pelo grupo de, se tornou emblemática dos . Produtos que costumavam ser presença obrigatória nos domicílios americanos durante gerações agora saíram de moda.

Miguel Patricio, que se tornou presidente-executivo da companhia este ano, disse que os mais recentes resultados “continuam abaixo de nosso potencial”, mas acrescentou que a companhia estava “fazendo bom progresso em identificar e resolver as causas básicas do desempenho passado, bem como em estabelecer nosso direcionamento estratégico".

“Ainda que reste muito trabalho por fazer, a melhora de nosso desempenho nos encoraja”, ele afirmou.

Os analistas de Wall Street antecipavam os declínios, e as ações da Kraft Heinz, que passaram por uma forte onda de vendas este ano, subiram em 4,7% antes da abertura dos mercados. Os mais recentes resultados da companhia sediada em Chicago se seguem à constituição de uma reserva contábil de US$ 1,2 bilhão, em agosto, e a uma depreciação de US$ 15 bilhão (R$ 60,15 bilhões) no valor de seus ativos alguns meses atrás.

No terceiro trimestre, o ganho extraordinário auferido com a venda das operações de queijo natural da companhia no Canadá ajudou a receita líquida a subir de US$ 619 milhões (R$ 2,48 bilhões) para US$ 899 milhões (R$ 3,60 bilhões).

Excluídos os itens excepcionais, a receita antes dos juros, impostos, depreciação e amortização caiu em 7.,8%, para US$ 1,5 bilhão (R$ 6 bilhões), porque o aumento dos custos dos insumos prejudicou os resultados.

O anúncio de resultados surgiu depois que emergiu a informação, no mês passado,, que criou a companhia ao fundir a Kraft e a Heinz em 2015, havia reduzido sua participação no grupo. A 3G vendeu US$ 713 milhões em ações, reduzindo sua participação de cerca de 22% para 20%. Ao mesmo tempo, sócios individuais da 3G, entre os quais Jorge Paulo Lemann, adquiriram cerca de US$ 200 milhões em ações.

Financial Times, tradução de Paulo Migliacci

K2_LEAVE_YOUR_COMMENT

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree