-->

4 brinquedos eróticos tecnológicos que chamaram atenção na CES 2020

13 Janeiro 2020

A feira de tecnologia Consumer Eletronics Show (CES), que aconteceu entre 7 e 10 de janeiro em Las Vegas, nos Estados Unidos, apresentou novidades sobre o mercado de brinquedos eróticos. A

edição de 2020 foi a primeira a incluir produtos tecnológicos voltados para a saúde e bem-estar sexual. Entre os lançamentos, estão um vibrador que tenta imitar o toque humano e outro que pode ser usado como colar.

Leia também: Conheça 8 dos brinquedos eróticos de luxo mais caros à venda

Para você ficar por dentro do que apareceu nesta edição da feira, o Delas selecionou quatro brinquedos eróticos que mais chamaram atenção; confira:

1. Osé

Divulgação
O Osé é um vibrador inteligente que simula o toque humano e causou polêmica na CES

Em 2019, o Osé, vibrador inteligente da startup Lora DiCarlo, recebeu um prêmio de inovação em robótica. Porém, a Consumer Techonology Association (CTA), organizadora do evento, revogou a premiação e afirmou que produtos "imorais, obcenos, indecentes e profanos" eram proibidos na feira.

Este ano, a CTA voltou atrás, mas Osé não chamou atenção apenas pela polêmica. Esse vibrador chamou atenção por simular o toque humano. O produto tem duas partes, uma para estimular o clitóris e outra que busca imitar a sensação de um dedo no ponto G. A ideia é que as estimulações ocorram ao mesmo tempo para dar mais prazer.

O custo é de 290 dólares (cerca de R$ 1.199).

Leia também: Os brinquedos eróticos que mais combinam com as tendências do seu signo

2. High Fashion Satisfyer

Satisfyer
Divulgação
Com 11 programas de intensidade, o High Fashion foi apresentado pela Satisfyer

O High Fashion, vibrador da Satisfyer, tem um design bem "diferentão" para facilitar a estimulação do clitóris e, além disso, está chamando atenção por conter 11 programas com intensidades diferentes. O produto também é à prova d'água, o que significa várias alternativas na hora de experimentá-lo.

O dispositivo custa £ 133.96 (cerca de R$ 719).

3. Vesper

Vesper
Divulgação
O Vesper é um vibrador em formato de pingente que pode ser usado como colar

O Vesper, vibrador lançado pela Crave, tem um formato de pingente - e, sim, pode ser usado como colar. Segundo informações da empresa, o objetivo é permitir que as mulheres tenham mais controle sobre sua sexualidade e, com isso, não fiquem "presas" aos vibradores que só podem ser usados em casa.

Esse produto custa US$ 69 (cerca de R$ 264).

Leia também: Manual do brinquedo erótico: saiba como escolher, usar e conservar um "sex toy"

4. Sex Ring

Sex Ring
Divulgação
O Sex Ring é um anel que vibra de acordo com o ritmo da música que você estiver escutando

O anel vibratório Sex Ring, desenvolvido pela OhMiBod, foi projetado para vibrar de acordo com as batidas das músicas que você escuta. Para isso, ele se conecta por Bluetooth ao aplicativo da marca. Segundo a empresa, há estudos que mostram que a música atua no cérebro, ajudando na liberação de dopamina, que está aos ligada aos estímulos do prazer sexual.

Diferente dos demais brinquedos eróticos citados, o valor do anel sexual não foi informado.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree