-->

Como manter a vitamina D em alta durante o isolamento social?

15 Abril 2020

A vitamina D é um micronutriente que, entre outras funções no corpo, atua no funcionamento do sistema imunológico, auxilia na absorção de cálcio e tem papel importante no equilíbrio do açúcar

no sangue. É um componente importante para a saúde e que precisa estar em alta nesse momento de pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Leia também: Mindfulness - saiba como a prática pode melhorar sua concentração

Mas você sabe como equilibrar a vitamina D no organismo? Segundo a nutricionista funcional, Luanna Caramalac Munaro, a melhor fonte de absorção da vitamina é a exposição ao Sol. “O horário ideal para pegar sol é das 10h às 14h, sem o uso do filtro solar, por períodos curtos de 15 minutos diários”, afirma.

Em tempos de isolamento social, é necessário manter esse hábito para melhorar a imunidade. A dica é passar um tempo na varanda ou pegar sol pela janela. Caso recorra a segunda opção, é importante abrir os vidros para que os raios sejam absorvidos pela pele. Além disso, uma boa ideia é expor o antebraço ao sol.

Vitamina D na alimentação

De acordo com Luanna, existem alimentos que contém grande quantidade de vitamina D como o óleo de figado de tubarão, salmão selvagem, ostras, atum e cogumelo, mas não é possível atingir os níveis ideais desse nutriente somente com a alimentação.

Quando há deficiência de vitamina D no organismo, algumas complicações podem aparecer como aumento do risco de problemas cardíacos, osteoporose, câncer, gripes e resfriados como a Covid-19 e doenças autoimunes como esclerose múltipla e diabetes.

Nesse cenário, são indicados os suplementos. “A forma de suplementar inclui a vitamina K2. É preciso consultar um nutricionista ou outro médico para avaliar seus níveis de Vitamina D e PTH (paratormônio), que é o contrarregulador. Os suplementos são feitos via oral”, explica a nutricionista. O indicado é tomar as pílulas após o café da manhã para que a vitamina seja absorvida pelo corpo.

A vitamina D pode ser usada na luta contra o coronavírus?

Um estudo italiano realizado por cientistas da Universidade de Turim aponta que os pacientes que foram infectados pelo Covid-19 apresentam baixos níveis de vitamina D.

“Não se trata de uma prevenção, mas de estar com o sistema imune funcionando adequadamente. Como a vitamina D tem ação imunomoduladora comprovada cientificamente é importante manter seus níveis adequados nesse momento. Vale salientar que como não temos ainda anticorpos a esse vírus, a principal linha de ataque do organismo acontece pela imunidade inata, que é modulada pela vitamina D, daí sua grande importância para a defesa do nosso organismo”, explica o nutrólogo e professor da Faculdade de Medicina do ABC, Renato Leça.

Portanto, para se manter saudável nessa quarentena e com bons níveis de vitamina D, una pequenos momentos de exposição ao Sol à alimentação com frutos do mar, além de manter-se hidratado.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree