-->

Criança em casa na quarentena só pensa em comer

01 Mai 2020

Com a quarentena se prolongando, a cada dia aparece um novo problema, as crianças querem comer o dia inteiro, os adultos também, mas é das crianças que vamos falar.

data-mce-href="https://delas.ig.com.br/colunas/amor-e-limites/2020-04-24/nao-aguento-mais-meus-filhos-em-casa-devo-me-sentir-culpada.html">Leia também: Não aguento mais meus filhos em casa, devo me sentir culpada?

Pixabay
Crianças estão comendo muito durante a quarentena

Para uma criança a mudança de rotina é um desafio, uma mudança tão drástica quanto a que enfrentamos hoje, é um desafio gigante imposto a uma criança, e cada uma lida com esse desafio de um jeito diferente.

Muitas crianças "descontam" suas angústias, medos e incertezas na comida, comem o dia inteiro, e nunca essas satisfeitas. Emoções e comida andam juntas ha muito tempo, é comum querer preencher o vazio interno, um vazio emocional, com alimento, com comida, e isso inclusive funciona, mas por pouco tempo, e rapidamente existe a necessidade de mais comida para obter mais satisfação.

A obesidade é considerada hoje no mundo uma pandemia também, existem vários fatores que podem desencadear a obesidade como, histórico familiar, sedentarismo, dieta desequilibrada, doenças e alguns outros, mas neste caso específico estamos tratando de maus hábitos alimentares e fatores psicológicos, durante a quarentena.

Comer mau, comer errado, durante a quarentena pode tornar-se um habito que seu filho ira levar para o resto da vida. Quais as providências você pode tomar para amenizar esse quadro? Existem duas coisas básicas que você pode fazer, para ajudar o seu filho a passar por essa fase.

Primeiramente, converse muito com as crianças, explique de maneira simples, mas bem objetiva, o que é uma quarentena, seja honesta quanto ao que esta acontecendo no país e no mundo, exemplifique para que fique bem claro, e de segurança as crianças quantos as providências tomadas para evitar o aumento do número de casos, ouça o que as crianças têm a dizer, as vezes as dúvidas são muito simples e de fácil solução.

Deixe que a criança dê vazão as suas angústias, aos seus medos, colocando isso para fora, e sentido-se ouvida e respeitada. A segunda coisa que você pode fazer é uma coisa mais prática, prepare antes o que pode servir de comida e "consolo" para o seu filho.

Diariamente tire um tempo, pode ser somente 5 minutos, e separe os alimentos "extras" para o dia todo. Deixe duas frutas cortadas, separe uma quantidade única de biscoitos, utilize alimentos simples de manusear como castanhas e barrinhas de cereais, prepare pequenos lanches saudáveis e deixe a disposição, ou estabeleça em um pequeno quadro os horários dos lanchinhos.

Leia também: Quarentena - as regras de antes, durante e depois para a família

Faça da maneira que melhor funcionar na dinâmica da sua casa, mas lembre-se, nessa longa quarentena os hábitos podem se modificar, e essa mudança de habito pode ser para sempre, portanto é muito importante dar atenção a esse assunto neste momento, não deixe passar, aquilo que você aprende na infância você leva para a vida. Existe um provérbio muito utilizado que pode exemplificar isso "É de pequeno que se torce o pepino".

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree