-->

Filhos na quarentena: se está difícil para você, imagina para eles!

06 Mai 2020

E de repente, não mais que de repente, a vida virou de cabeça para baixo com a quarentena e o isolamento social. Como em um conto de fadas, mas sem

os passarinhos para ajudarem na limpeza e sem a menor certeza de um final feliz, alguém parece ter acionado uma varinha mágica e o mundo parou. O trabalho em casa passou a ser redobrado, as finanças não vão nada bem, você assumiu mais uma função, agora de professora do seu filho, com as aulas online, e muitas vezes nem a hora do banho é sossegada.

Arquivo pessoal
Colunista fala sobre a dificuldade dos mães e dos filhos na quarentena. Na foto, ela está ao lado dos filhos Eduardo e Felipe

Leia também: Isolamento com crianças: 9 atividades para fazer em casa

Você já passou do seu limite de estresse porque não está no time das mulheres sem filhos que estão lendo um livro na rede da varanda. A rotina não está nada fácil com os pequenos em casa 24h por dia, até porque, de uma hora para outra, eles ficaram ainda mais birrentos e desobedientes. É por aí? Bem, é justamente sobre isso que vamos falar: se está difícil para você, imagine para eles!

O confinamento mexe com a cabeça de qualquer um. Não é à toa que tantas mães e pais estão mais estressados nesse momento. Mas o que muitas delas não entendem é que com as crianças acontece o mesmo. Você tem ideia dos efeitos psicológicos em uma criança que está em casa o tempo inteiro há mais de um mês? Sem passear, sem conversar com os amigos, sem brincar lá fora, sem ir à escola e fazer tudo o que estava acostumado?

Não, a gente não pensa nisso. E acaba não entendendo que, exatamente por isso, as crianças estão mais desobedientes. Quando pensei nisso, resolvi contar a até dez umas dez vezes no dia. Estou tentando redobrar a paciência com meus filhos na quarentena, que certamente estão entediados. A consequência desse tédio, sem dúvidas, é ficarem mais agitados, desobedientes e querendo chamar a atenção. Então, mais paciência nessa receita!

A verdade é que não existe uma receita de bolo. Cada criança vai agir de uma forma e cada família é uma família. Mas antes de dar aquele grito no seu filho porque ele fez uma trela, pare para pensar que ele também está confinado, ele também está 24h dentro de casa, ele também perdeu muita coisa. Pare para pensa que ele também está exausto. Mas está reagindo da maneira dele.

Não está fácil para ninguém, muito menos para eles, mamãe. Mas essa história, que, a gente sabe, não tem nada de conto de fadas, quem está escrevendo é você. E, por mais que o enredo seja tenebroso, pode, sim, tem um final feliz.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree