-->

"Coronafest": o que é a festa que está se espalhando pelo mundo

13 Mai 2020

Vários países estão reportando a nova moda dentro da pandemia de coronavírus (Sars-CoV-2): as corona parties ou coronafest, ou festa do corona em uma tradição livre. São reuniões em que a

intenção é contrair a doença para depois ter imunidade dela.

Leia também:10 coisas para aprender em casa durante a quarentena

Reprodução/ Esplanada Bar
Este bar em Portugal fez uma festa ironizando o corona


O assunto já virou até página na Wikipedia explicando o que é e toda a polêmica envolvida e com casos relatados por jornais de todo o mundo.

Aqui no Brasil, uma Corona Fest em Rondônia virou notícia, no dia 4 de abril. 20 pessoas se contaminaram com a doença e o governo do estado abriu investigação para punir os organizadores.

Nos Estados Unidos, a prática também ganha apoiadores. Segundo o New York Times, autoridades da cidade de Walla Walla, em Washington, reportaram diversos relatos de festas e reuniões onde infectados pelo coronavírus se misturam a pessoas saudáveis para transmitir a doença.

Leia também: Pandemia e isolamento social causam aumento nas buscas por amantes virtuais

E em Portugal, o jornal Observador reportou que um bar na cidade de Santa Maria organizou uma festa do corona, apesar de oferecer máscaras, a ideia era ironizar a doença. Com direito a drinks com os nomes triagem e urgências. Alguns clientes eram levados ao bar em macas.

corona party
Reprodução/Esplanada Bar
Em Portugal, um bar fez a corona party, dando máscaras aos participantes e com drinks e brincadeiras baseadas na doença


Uma balada inglesa deu entrada de graça para pessoas que queriam festejar apesar da pandemia de coronavírus. De acordo com reportagem do Metro News, um post no Facebook da casa noturna brincou com a situação: "Corona ou não corona, vamos festejar neste sábado até o Boris dar as ordens (Boris é Boris Johnson, primeiro-ministro inglês)" e ainda havia um aviso:

"Se você tossir mais de três vezes durante a noite você será trancado no porão...para sempre". Mas a polícia não pôde fazer nada, já que não há decreto contra casas noturnas no país. A polêmica fez com que a casa noturna fechasse e fizesse uma série de notas de precaução contra o coronavírus.

Leia também: Especialistas dão 10 dicas para ser feliz durante o isolamento

Se reunir e fazer festas vai contra as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), que pede para que as pessoas respeitam o distanciamento social para tentar conter a disseminação no novo coronavírus.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree