Projeto "Caldo dos Chef's" faz jantar solidário em Centros de Acolhida

07 Agosto 2019

Acontecerá nesta quarta-feira (7) o “Caldo dos Chef’s”, projeto que reúne chefs renomados para preparar um jantar solidário para cerca de 600 conviventes do Complexo Prates, Centro Temporário de Acolhimento CTA

Prates III e da Casa Florescer, localizados no Bom Retiro, serviços da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) de São Paulo.

Leia também: Beterraba, tomate, cenoura e mais: 9 receitas de sopa

shutterstock

O “ Caldo dos Chefs” foi idealizado foi idealizado pelo chef Fábio Minato, proprietário do restaurante japonês Minato. Ao Receitas Culinárias, ele conta que a ação nos Centros de Acolhida tem como objetivo, além de alimentar, ensinar como manipular o alimento para aproveitá-lo ao máximo, sem desperdício.

“Sempre quis fazer alguma coisa no sentido de não desperdiçar e saber manipular de forma correta para não perder nutrientes e tudo o que o alimento pode oferecer. Nós brasileiros costumamos descartar toda aquela parte que não é bonita e que não está no corte padrão”, fala.

Minato, que morou no Japão por cinco anos, também quer ensinar a filosofia por trás da palavra japonesa “mottainai”, algo como “pesar em relação ao desperdício”. A intenção é propor uma nova forma de aproveitar partes de legumes e verduras que geralmente são descartadas, como caule. “Muitas vezes, são nessas partes que se concentram as vitaminas e nutrientes”, explica.

Fique bêbado e salve o mundo? Pub inglês pretende ser o mais ético do planeta

Fábio Minato
Reprodução/Instagram

Segundo o chef, ao aproveitar o alimento ao máximo, é possível alimentar mais pessoas – o que é uma das propostas do “Caldo dos Chefs”. Ele ainda conta que está há três meses estudando para executar o projeto da melhor forma e de uma maneira que se adeque às necessidades da população dos Centros de Acolhida.

E o chef não está sozinho na ação. Minato convidou outros colegas de restaurantes tradicionais de São Paulo para preparar o jantar solidário. São eles: Paulo Zegaib, do Dinho’s Restaurante, Silvia Perassi, da Vinheria Percussi, Marcos Rosa, da Pizza Chena, Leo Nory, da Noriyuki Sushi Bar e a sommelier Flávia Prado. Além disso, a Ceagesp que contribuirá com os alimentos necessários para a preparação da sopa.

Leia também: Temporada de caldos! 4 receitas de sopas para fazer no inverno
De acordo com Berenice Giannella, secretária da Assistência Social e Direitos Humanos e Cidadania, o " Caldo dos Chef's" contribui para aprimorar o trabalho socioeducativo feito com o público dos Centros de Acolhida. “Como consequência, haverá o aperfeiçoamento da jornada de autonomia, processo por meio do qual a pessoa em situação de rua pode conquistar independência após a passagem pelos serviços socioassistenciais”, relata.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree