Não sabe como fazer risoto? Veja o passo a passo para não errar na receita

22 Agosto 2019

O risoto é uma iguaria típica da gastronomia italiana, e diversas pessoas relatam dificuldade em prepará-la. Qual o ponto certo? Como fazer um prato cremoso? Se você quer aprender como fazer

risoto e não errar em nenhuma receita, dá uma olhada nas nossas dicas.

Leia também: Vale a pena fazer arroz na panela de pressão? Chef explica vantagens e riscos

shutterstock


Para esclarecer as dúvidas relacionadas a como fazer risoto, o Receitas Culinárias conversou com o chef Mathias Marcondes, que detalhou o processo ideal para qualquer receita do prato. Essas dicas fazem parte de uma série do site que vai ao ar às quintas-feiras com sugestões para não errar no preparo de iguarias simples do dia a dia. Já ensinamos a fazer estrogonofe, pudim, bolos e outros.

Agora, é momento de aprender a encantar a todos com um risoto sem defeitos. Marcondes explica o passo a passo.

"O processo do risoto é dividido em algumas etapas: a primeira é refogar bem os temperos, geralmente uma mistura de cebola com salsão e cenoura", diz. "Depois, se adiciona o arroz e continua refogando por cerca de cinco minutos", acrescenta ele.

Após isso, é momento de colocar o vinho branco e misturar até secar. Depois, conta o chef, basta adicionar o caldo aos poucos e mexer sempre. "Deve-se adicionar mais caldo quando a mistura ainda estiver bem úmida", afirma Marcondes. Por fim, desligue o fogo e coloque a manteiga e o queijo ralado.

Leia também: 14 temperos essenciais para ter na cozinha e seus benefícios à saúde

Dicas para fazer risoto

risoto
shutterstock


Além de seguir os passos do chef, é preciso prestar atenção aos ingredientes e outros detalhes. Veja abaixo e tire suas dúvidas:

1. Qual o tipo de arroz ideal para fazer risot?

O chef pontua que o tipo de arroz é muito importante para garantir que a receita saia como o planejado. "A maioria dos arrozes não tem as características necessárias para fazer um bom risoto, ou seja, ao se cozinhar, não soltam a quantia certa de amido para desenvolver a textura correta", esclarece Marcondes. "Os ideais são o carnaroli ou o arbório", pontua.

2. Qual quantidade de caldo devo colocar?

Outro fato destacado é que muitas pessoas erram ao colocar caldo em excesso ou cozinhar demais o alimento. "O segundo não tem como corrigir, o primeiro pode-se pegar um pouco do risoto e escorrer o excesso de caldo. Isso prejudicará o resultado final, mas é melhor que passar do ponto", salienta Mathias Marcondes.

Além disso, ele recomenda colocar o caldo aos poucos para não correr o risco de pôr em excesso e também para a iguaria desenvolver a cremosidade desejada.

3. Consumir na hora ou guardar para depois?

Algumas pessoas têm dúvidas relacionadas ao armazenamento do risoto. O chef aconselha a consumir o alimento pouco depois de pronto, mas afirma ser possível guardá-lo "desde que pare um pouco antes dele ficar pronto e finalize assim que quiser comer".

Receita de risoto

O prato é flexível e pode ser feito com inúmeros ingredientes, além de ser indicado para qualquer ocasião. O que dá sabor ao prato é o caldo escolhido - carne, legumes, peixes - e os ingredientes adicionados. Você pode fazer risoto abóbora, carne seca, legumes, camarões, frango ou o que tiver na geladeira.

Com isso em mente, Mathias Marcondes apresenta uma receita prática da iguaria da gastronomia italiana.

Risoto de linguiça na cachaça com aspargos grelhados e ovo poche



Leia também: Aprenda como fazer uma boa carne de panela

Se você ainda tem dúvidas sobre como fazer risoto, ele aconselha a arriscar o preparo sem medo de errar. "O risoto não tem nenhum segredo, basta deixar o caldo fervendo em uma panela separada e ir adicionando aos poucos o caldo", finaliza o chef.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree