Hackers vazam contratos e documentos confidenciais de Lady Gaga

16 Mai 2020
Reprodução/TwitterHackers roubaram documentos confidenciais de Lady Gaga

Um grupo de hackers vazou uma série de documentos confidenciais e contratos de Lady Gaga após roubar os dados do escritório de advocacia

que a representa.

Entre o material vazado, há contratos enviados a produtores, colaboradores e equipe de turnê, além de acordos confidenciais de promoção.

Segundo comunicado divulgado pelo próprio grupo, foram roubados 756 gigabytes de material do escritório de advocacia. Além de Lady Gaga, a empresa representa artistas como Nicki Minaj e Madonna.

O grupo pede resgate de US$ 42 milhões (cerca de R$ 245 milhões) e ainda alega ter documentos do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

A empresa, no entanto, se recusou a pagar o resgate, explicando que o FBI considera esse tipo de pagamento um crime. “Nós estamos trabalhando com as autoridades e especialistas para resolver a situação”, disse o escritório.

Apesar da confusão, Lady Gaga segue focada na carreira. A cantora lança no dia 29 de maio o álbum “Chromatica”.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree