-->

Conheça Bera, o artista pop da Geórgia defensor da Amazônia

26 Outubro 2019

Cantor e compositor irá desembarcar no Brasil como embaixador de campanha em prol dos povos indígenas e comunidades tradicionais da floresta

Jovem, bonito, talentoso, poliglota e filantropo. Esses são alguns

dos predicados de Bera, o artista pop, empresário e multi-instrumentista de 24 anos nascido na França e criado na Geórgia (leste europeu), que já recebeu mais de 110 milhões de visualizações no YouTube com suas composições próprias em inglês, francês e georgiano – mas que também é fluente em russo e em espanhol. Número 1 nas paradas de sucesso com a faixa “Parlez-Vous Français” em 14 países, Bera desembarca no Brasil pela primeira vez em novembro, quando irá conhecer a Amazônia. A causa ambiental é uma das bandeiras de sua família, uma das mais tradicionais do país europeu.

O interesse pela preservação deste patrimônio mundial o levou a se tornar o embaixador da campanha #PovosDaFloresta, lançada este ano pela ONG Instituto Socioambiental (ISA), que apoia os povos indígenas, quilombolas, ribeirinhos e extrativistas na defesa de seus territórios contra a destruição promovida por garimpeiros, madeireiros, grileiros e demais invasores.

“Antes eu não pensava tanto neste tema do Meio Ambiente, mas eu abri os olhos assim que eu soube que ia ser pai. Não quero que o meu filho cresça num mundo doente porque não o protegemos agora. O planeta Terra é nosso, esse não é um problema apenas meu ou seu. Ter meu primeiro filho a caminho mudou a minha mentalidade”, explica o artista, que acredita no poder de união das nações para proteger este ecossistema.

“Eu estava fazendo shows e trabalhando no meu próximo disco quando soube da gravidade do que estava acontecendo na floresta. Pensei: ‘o que é mais importante que a Amazônia? E como posso ajudar?’. Quando minha família soube do meu interesse, disse: ‘nós queremos fazer parte disto’. Eles contribuíram e foi como isto começou. A doação é significativa quando ela vem do coração, não importa o quanto e sim a intenção”, conta ele, que anunciou o aporte de 1,1 milhão de dólares (mais de R$4,5 milhões) para a organização brasileira.

A admiração pelo Brasil também não se restringe à nossa biodiversidade. A música de Bera, repleta de Pop, Soul e R&B com um toque de Hip-Hop, ultrapassou barreiras e conquistou público cativo por aqui, fazendo com que os brasileiros representem 34% da fanbase dele nas redes sociais. No Instagram, os fãs não se furtam de tecer elogios às composições e às fotos dele, que é albino e impressiona pelo porte físico. Atualmente trabalhando com seu selo independente Georgian Dream, o artista tem entre seus futuros projetos o plano de gravar um Pop Latino.

“O Brasil tem um lugar em particular no meu coração. A maneira como os brasileiros sempre me trataram é muito especial. Nos comentários dos fãs em qualquer post meu, sempre há bandeiras brasileiras e palavras de carinho. Eu sinto um amor diferente por esse lugar. Será minha primeira vez no país e estou muito animado com isso”, relata ele.

Foi a paixão de Bera pelas melodias e pela poesia que o levaram a ser artista. Ainda pequeno, a música polifônica georgiana era uma de suas favoritas, e ele conta que sua escolha pela profissão pode ser atribuída a essas canções. As notas e compassos tirados no piano, violão, violino e bateria, instrumentos que domina, ajudam-no no processo de composição desde a mais tenra idade. E fez com que lançasse aos 14 anos sua primeira música. Dois anos depois, ele lotava um estádio pela primeira vez ao se apresentar.

Pela importância que a educação musical teve no desenvolvimento de Bera, logo após seu primeiro sucesso comercial ele abriu uma escola beneficente para a qual 20 crianças talentosas foram selecionadas após um casting por vídeo. Elas receberam aulas gratuitas de alguns dos melhores professores na indústria fonográfica, que o artista levou à Geórgia. Lá, no Georgian Dreams Studio, aprenderam desde história da música a coreografia, passando por técnicas de canto, vários instrumentos e segredos do mercado. Atualmente, a maioria dessas crianças vivem do seu talento e se tornaram bem sucedidas na região. O artista também visita regularmente seus fãs, sendo figura frequente em hospitais infantis, palestras públicas e orfanatos.

Bera começou no mercado compondo para diversos artistas europeus. Enquanto contribuía para o sucesso de outros, continuava a criar sua próprias músicas e a divulgá-las. O produtor musical e compositor Rob Fusari (conhecido por seu trabalho com Lady Gaga), ajudou o georgiano a estourar nas paradas de sucesso e o ensinou a cantar em inglês sem sotaque.

Mesmo quando está em turnê, segue criando música. Afinal, suas metas artísticas são altas: ganhar um Grammy e deixar um legado para que sua música seja lembrada para sempre. Tendo como ídolos Ray Charles e Brian McKnight, sua maior aspiração é que seu trabalho toque e afete as pessoas positivamente. Por isso, o amor e a liberdade são os temas mais recorrentes de suas composições.

SOBRE A GEÓRGIA
Território pertencente à União Soviética até 1991, quando se tornou um país independente, a Geórgia é banhada pelo Mar Negro e faz divisa com a Rússia, Turquia, Armênia e Azerbaijão. Em 2003, uma revolução introduziu reformas políticas e econômicas na nação, que aspira aderir à Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) e à União Europeia (UE).

SOBRE O ISA
O Instituto Socioambiental (ISA) é uma das principais organizações ambientalistas e indigenistas do Brasil. Com 25 anos de existência, o ISA trabalha regional e nacionalmente para defender povos indígenas, comunidades tradicionais, direitos humanos e o patrimônio cultural, valorizando a diversidade socioambiental do Brasil. A organização tem sede em São Paulo (SP) e subsedes em Brasília (DF), Manaus (AM), Boa Vista (RR), São Gabriel da Cachoeira (AM), Canarana (MT), Eldorado (SP) e Altamira (PA).

SOBRE A CAMPANHA #POVOSDAFLORESTA
Com filme produzido em parceria com a agência J. Walter Thompson Brasil e a produtora Prodigo Films para veiculação na Internet, TV e cinemas, a campanha #PovosDaFloresta é protagonizada por 25 lideranças de nove povos indígenas da Amazônia, comunidades quilombolas do Vale do Ribeira (SP) e ribeirinhas da Terra do Meio, no Pará.

A campanha saúda a diversidade de povos que vivem e protegem as florestas e lembra que são elas que regulam o clima, produzem a chuva para a agricultura e abrigam a maior biodiversidade do planeta, potencial fonte de novos medicamentos e curas.

Lançada em abril deste ano, é direta no recado aos garimpeiros, madeireiros, grileiros e demais invasores das terras: “Vamos seguir resistindo”. É um grande grito na luta pela proteção do patrimônio socioambiental brasileiro e em defesa dos direitos dos povos indígenas e populações tradicionais.

“Nós, povos da floresta, somos uma comunidade global de pessoas e é muito importante estarmos juntos em aliança. Assim ficamos mais fortes para enfrentar os ‘brancos’ que estão nos cercando”, afirma Davi Kopenawa, liderança e grande xamã do povo Yanomami, um dos protagonistas da campanha. “A sociedade não-indígena não nos conhece e essa campanha do ISA leva nossa palavra até ela”, completa Davi Kopenawa.

BERA – TOP 5 MUSIC VIDEOS
“Parlez-Vous Français” – Faixa em francês
“Fire to the Sun” Feat. Patoranking – Faixa em inglês, em parceria com o cantor nigeriano
“Time machine” – Faixa em inglês com a participação de Nanuka Gudavadze, esposa de Bera
“Sans retour” – Faixa em francês
Untouchable” – Faixa em inglês

BERA NAS REDES SOCIAIS
Youtubehttps://www.youtube.com/user/MrBeraOfficial
Instagram – https://www.instagram.com/beraofficial/
Facebook – https://www.facebook.com/beraofficial/
Spotify – https://open.spotify.com/artist/280SVkMc8Ij2T4n6EMhWuB


Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 948 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree