Alison dos Santos faz melhor marca da vida e termina Mundial em sétimo

29 Setembro 2019
Alison dos Santos obteve um bom resultado no Mundial (Foto: Jewel SAMAD / AFP)

Pensando no futuro, o Brasil conseguiu um

grande resultado nesta segunda-feira. Participando de seu primeiro Mundial aos 19 anos, Alison dos Santos foi à final dos 400m com barreira, fez a melhor marca da vida, com 48s28, e terminou em sétimo na competição realizada em Doha, no Catar.

O norueguês Karsten Warholm levou o ouro ao fazer 47s42 e se tornou bicampeão mundial com 23 anos. O americano Rai Benjamin ficou em segundo com 47s66, enquanto o dono da casa Abderrahman Samba fechou em terceiro com 48s03.

Apesar do bom resultado de Alison dos Santos, o Brasil não teve muito a se comemorar nesta segunda-feira de Mundial. Nas demais provas classificatórias, os brasileiros não conseguiram seguir em busca da final.

Laila Ferrer representou o Brasil no lançamento de dardo (Foto: Kirill KUDRYAVTSEV / AFP)

Nos 200m, Vitória Rosa e Lorraine Martins fizeram tempos de 23s81 e 23s56, respectivamente, e não alcançaram a semi. Já no lançamento de dardo, Laila Ferrer de Silva obteve 55,49m como melhor marca e ficou a mais de oito metros da briga por medalhas.

Na semifinal dos 400m, Tiffani Marinho obteve o tempo de 51s96 e terminou sua bateria em quarto. Como a americana Shakima Wimbley, dona do terceiro lugar, o último posto classificatório, pisou na linha, mas não foi desclassificado, a delegação brasileira entrou com recurso e espera por uma resposta pata ter uma representante na final.

Por fim, Gabriel Constantino, voltando de lesão, tropeçou em uma das barreiras dos 110m, repetiu o que havia acontecido nos Jogos Pan-Americanos de Lima e fechou a segunda série na última posição, com 13s92.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree