PANCs: conheça 5 plantas diferentes para incluir no cardápio

26 Novembro 2019

Você já ouviu falar em PANCs? As plantas alimentícias não convencionais (PANCs) são espécies pouco comuns no dia a dia do brasileiro, mas que podem ser tiradas do jardim e levadas

à cozinha para o preparo de pratos como saladas, geleias e patês.

Leia também: Não é só azeite e vinagre! Aprenda como temperar salada e combinar sabores

shutterstock

Geralmente, as PANCs tem um alto teor de vitaminas e minerais, além de uma grande quantidade de fibras alimentares. Ora-pro-nóbis, peixinho da horta e dália, a flor acima, são alguns exemplos.

O diferencial desse tipo de planta é que não são encontradas em grande escala. Segundo Hellen Suleman Miranda Honda, instrutora do curso de Cozinha Vegetariana do Senac EAD, a maioria das plantas alimentícias não convencionais que existem no Brasil crescem de forma espontânea. “São facilmente encontradas em jardins, hortas, quintas e até mesmo em calçadas de rua”, diz.

Leia também: Primavera na mesa: aprenda como usar flores comestíveis nas receitas

5 PANCs para conhecer

Existem dezenas de PANCs por aí que podem ser transformadas em alimento e compor os mais diferentes cardápios. Para te ajudar a entrar no mundo dessas plantas, Hellen listou cinco espécies que vale a pena conhece. Confira:

1. Peixinho-da-horta ( Sachys byzantina)

peixinho da horta
shutterstock

Provavelmente você já viu peixinho-da-horta em algum lugar. A planta com as folhas com textura de penugem vem se popularizando na gastronomia brasileira. Hellen sugere empanar as filhas inteiras e fritar, como bife à milanesa. Também é possível picar bem a filha e fazer omelete ou adicionar a molhos.

2. Ora-pro-nóbis ( Pereskia aculeata)

ora-pro-nobis
shutterstock

A profissional explica que a ora-pro-nóbis é rica em proteína e costuma ser usada na culinária mineira. Suas folhas, flores e frutos podem ser preparados de várias formas, tanto cruas quanto cozidas.

Geralmente, os ramos são usados para o preparo de pães, saladas, omeletes e tortas. “Com as frutas, pode-se preparar geleia”, sugere. Para isso, basta misturar em fogo baixo com açúcar cristal.

2. Serralha ou chicória-brava ( Sonchus oleraceus)

serralha
shutterstock

A serralha é uma planta versátil, já que pode ser consumida crua ou cozida. Se preferir crua, é possível fazer uma salada e temperar com sal, azeite e vinagre. Já para quem prefere um prato quente, a dica é refogar como espinafre.

Leia também: Já pensou em comer salada quente? Veja 3 receitas para variar o prato

4. Dália ( Dahlia pinnata)

dália
shutterstock

Comum em jardins e decorações, essa espécie também pode ir para o seu prepato. Geralmente, raízes e flores são usadas para preparar geleias.

5. Mentruz ( Lepidium virginicum)

mentruz
shutterstock

Usar mentruz na salada é uma forma de dar um gostinho especial à entrada. Hellen diz que a PANC também pode utilizada para o preparo de refogados ou patês.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree