Estudo sugere a existência de exoplanetas feitos de diamantes

15 Setembro 2020
K2_ITEM_AUTHOR 

Alguns exoplanetas ricos em carbono, espalhados pelo Sistema Solar, podem ser feitos de diamante e sílica, dadas as circunstâncias certas de temperatura e pressão.

É o que sugere um novo estudo publicado no The Planetary Science Journal, em agosto, conduzido por cientistas da Universidade Estadual do Arizona e da Universidade de Chicago, ambas nos Estados Unidos.

Planetas e estrelas se formam a partir de uma mesma nuvem de gás, apresentando composições semelhantes. Nas estrelas com uma menor proporção de carbono para oxigênio, é mais provável a formação de planetas parecidos com a Terra, ou seja, compostos por óxidos e silicatos, apresentando baixo teor de diamante.

Já aqueles que orbitam estrelas com uma maior proporção de carbono para oxigênio podem converter uma parte significativa de sua massa em diamante e silicato, caso haja o contato com água durante o seu período de formação, de acordo com os pesquisadores. Com base nessa última hipótese, eles fizeram um experimento, simulando o interior de um exoplaneta rico em carbono.

Diamante e sílica podem estar presente em grandes quantidades nos planetas ricos em carbono.

Para tanto, mergulharam carboneto de silício em água e o comprimiram entre bigornas de diamante, a altíssimos níveis de pressão, aquecendo a massa com laser e fazendo medições com máquinas de raio-X. Como previsto, o resultado da experiência apresentou uma reação entre o carboneto de silício e a água, transformando a mistura em sílica e diamantes.

Planetas inabitáveis

Caso realmente existam, os planetas feitos de diamante provavelmente não devem abrigar vida. Isso porque os corpos celestes ricos em carbono raramente são geologicamente ativos, inviabilizando a existência da vida como a conhecemos, segundo os participantes do estudo.

“Independentemente da habitabilidade, essa é uma etapa adicional para nos ajudar a compreender e caracterizar as observações cada vez maiores e aprimoradas de exoplanetas”, explicou o geofísico da Universidade Estadual do Arizona Harrison Allen-Sutter, um dos coautores do estudo.

Estudo sugere a existência de exoplanetas feitos de diamantes via TecMundo

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree