Imprimir esta página

Chances de rebaixamento atualizadas - A briga para fugir do Z-4 após a rodada 31 do Brasileiro

08 Novembro 2019

Ceará - 13%

Thiago Galhardo,Leandro Carvalho

entanto, o time alvinegro tem mostrado sua força na Arena Castelão, somando resultados valiosos como mandante e se distanciando um pouco mais do Z-4. Com 36 pontos e ainda quatro jogos por fazer em casa, o Vozão diminuiu bem sua chance de queda." data-reactid="117">Assim como seu arquirrival local, o era um dos clubes que levantava muita preocupação. Nas últimas rodadas, no entanto, o time alvinegro tem mostrado sua força na Arena Castelão, somando resultados valiosos como mandante e se distanciando um pouco mais do Z-4. Com 36 pontos e ainda quatro jogos por fazer em casa, o Vozão diminuiu bem sua chance de queda.

Cruzeiro - 25%

Ver as imagens
Ederson,Walter

Em certo ponto da competição, a situação do já parecia irreversível, mas a chegada de Abel Braga se configurou no fato novo que o time mineiro parecia precisar. Apesar dos empates teimosos, o momento é de curva para cima na Toca, com o último revés celeste datando de 30 de setembro. Para quem já esteve com chance de queda perto de 80%, 25% é um bom sinal.

Botafogo - 32%

Ver as imagens
Fernando

No primeiro terço da competição, o brigava por vaga no G-6 e quem colocasse o time alvinegro como potencial rebaixado seria taxado de louco. Pois bem, muita coisa mudou desde então: Barroca foi demitido, Valentim foi contratado e o Glorioso involuiu, sendo derrotado de forma consecutiva nas últimas quatro rodadas e entrando na zona da degola pela primeira vez desde a rodada 1 do Brasileirão. Alerta de 'sinal laranja' em General Severiano.

Fluminense - 33%

Ver as imagens
Marcos Paulo

Neste returno, o tem vivido uma verdadeira gangorra de emoções. Após emplacar cinco jogos de invencibilidade e conseguir se afastar um pouco do Z-4, o clube das Laranjeiras conseguiu não vencer jogo algum nos cinco compromissos seguintes, retornando ao grupo dos últimos. Sua surpreendente vitória sobre o São Paulo, na última quinta (7), trouxe sobrevida aos cariocas: sua chance de queda foi reduzida de 58% para 33%. Mas o perigo ainda é grande.

CSA - 84%

Ver as imagens
Rafinha,Ricardo Bueno

Sob o comando de Argel Fucks, o chegou a ensaiar uma reação entre as rodadas 23 e 26, quando somou sete em doze pontos possíveis, passando a incomodar Fluminense e Cruzeiro. Desde então, no entanto, o clube alagoano só conseguiu uma vitória em cinco jogos, voltando a ficar em situação caótica na competição. Suas chances de rebaixamento cresceram de 70% para 84% após a derrota de quinta (7) para o Grêmio.

Chapecoense - 99%

Ver as imagens
Gum,Vinicius Gomes do Amaral

Com apenas 22 pontos somados em 31 rodadas disputadas, a está praticamente fadada ao primeiro rebaixamento de sua história. A matemática ainda não sentenciou a queda, mas, pragmaticamente falando, o clube catarinense precisaria vencer todos os seus jogos daqui ao final da competição e ainda torcer por uma combinação cabulosa de resultados.


Avaí - 99%

Ver as imagens
Deyverson,Kunde

O mesmo dito acerca da Chapecoense, se aplica ao seu rival local, . A campanha do Leão da Ressacada consegue ser ainda mais modesta em relação ao Verdão do Oeste, com apenas 17 pontos totais. , que muito provavelmente não terá nenhum representante na elite nacional em 2020.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree