Peres admite "rasgar contrato" por 'fico' de Sampaoli e abrirá o bolso para Santos forte em 2020

16 Novembro 2019
está muito próximo de garantir diretamente sua vaga para a fase de grupos da Libertadores de 2020, um objetivo que surpreende muitos clubes do país com orçamentos superiores. Com Jorge Sampaoli

à frente da equipe, o Peixe vem em terceiro lugar com 64 pontos, três apenas atrás do Palmeiras. A diferença para o quinto lugar e exatamente seu próximo rival, o São Paulo, é de 12. Com isso, os jogadores, caso vençam o San-São de logo mais, às 17h (horário de Brasília), praticamente selam seu passaporte para o torneio continental em sua fase mais adiantada.



Nos bastidores, o presidente José Carlos Peres cuida do planejamento para 2020 juntamente de Sampaoli e a dúvida que mais cerca o torcedor santista é se, de fato, o comandante irá permanecer em janeiro. O argentino tem contrato vigente até dezembro da próxima temporada, mas ficou descontente com a informação de que o clube não fará grandes investimentos em reforçar mais o elenco por causa da situação financeira atual. Nesse ínterim, Sampaoli foi consultado por vários clubes do Brasil e de fora, o que faz o mandatário agir.

Jorge Sampaori

Em entrevista ao, Peres afirmou que está preparado para possíveis propostas do exterior a Sampaoli. O jornalista Robson Morelli, em sua matéria divulgada neste sábado (16), informa que o presidente do Peixe está disposto a, ele mesmo, rasgar o contrato atual e aumentar o salário do argentino. Temos contrato com o Sampaoli até o fim do ano que vem, mas sabemos que ele foi valorizado no mercado e que pode receber ofertas. Estamos preparados para segurá-lo”, assegurou.


Exatamente. E a política do Santos anda bem conturbada. Tem grupo ali louco pra que o Sampaoli brigue com geral, saia do clube e bote a culpa no Peres...

— Expedito Paz (@expeditopaz)

Em entrevistas recentes, Peres afirmou que gastou cerca de R$ 80 milhões em contratações pedidas por Sampaoli ao longo da temporada, por isso o orçamento para 2020 tende a ser mais modesto. Entretanto, Morelli informa que "o Santos terminará o ano com dinheiro em caixa na ordem de R$ 45 milhões. Daí a certeza de Peres em poder segurar o treinador por mais 12 meses." O técnico sabe que, para concorrer com equipes como Flamengo e Palmeiras, que detêm poderios maiores de investimento, o Peixe precisará abrir mais a carteira para trazer as "cerejas" do bolo, que Peres garantiu fazer para mantê-lo em 2020.


Em breve novidade aqui!!!

Outras Categorias

Quem Somos

Usuário(s) Online

Temos 152 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree