Adilson Batista muda sistema ofensivo da equipe do Cruzeiro para o confronto contra o Palmeiras

08 Dezembro 2019
precisa desesperadamente vencer os paulistas e torcer para o Ceará perder do Botafogo e, assim, permanecer na Série A do Campeonato Brasileiro. Mesmo com o delicado cenário, os cruzeirenses irão lotar mais
uma vez o gigante da Pampulha para apoiar a equipe de Adilson Batista.



Pedro Rocha,Diego Alves

Para o duelo decisivo, o técnico deve apostar em um ataque mais versátil, com mais mobilidade e o trio ofensivo deve ser formado por Pedro Rocha, Marquinhos Gabriel e Ezequiel. O comandante entende que é preciso ter profundidade nos lados do campo para fazer um bom jogo e vencer o Verdão. As informações foram passadas pelo jornalista Léo Gomide, repórter da Rádio 98 FM.

Outras mudanças são nas laterais: como Egídio e Edílson estão suspensos, Dodô entra do lado esquerdo e Orejuela volta para a posição de lateral-direito; na partida contra o Grêmio, o colombiano atuou de meia. Adilson passou os últimos dias da semana tentando reanimar todos os atletas do elenco e pedindo foco para o jogo considerado o mais importante dos últimos anos do Cruzeiro.

Sobram só Henrique e Fábio do time titular que estreou na libertadores desse ano. Entre contusões, vendas de jogadores e troca constante de treinadores, muitos pularam do barco.

— Matheus Cunha (@MathheusCunha)

Planejamento 2020 prevê orçamento com pouco investimento

Mesmo que permaneça na elite do futebol nacional, a diretoria cruzeirense irá decretar as saídas de alguns jogadores e só fará contratações pontuais, preferencialmente sem custos. A intenção é ter um grupo mais jovem, com poucos medalhões e tentar arrumar a casa, pagando dívidas que estão prejudicando bastante internamente e dificultando manter os salários dos funcionários em dia.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree