Afastado do São Paulo após agressão à esposa, Jean acerta com novo clube; torcida repudia

14 Janeiro 2020
informou que o goleiro Jean, de 24 anos, já tem novo destino no futebol. O arqueiro foi emprestado ao Atlético-GO, que disputará a Série A do Campeonato Brasileiro em 2020. A
diretoria do clube paulista já havia decretado que o atleta não jogaria mais pelo e, inclusive, suspendeu seu contrato até dezembro de 2020.


Com isso, o goleiro foi emprestado ao clube goiano, que ainda terá cerca de 20% dos direitos econômicos do jogador e receberá quantia equivalente à parte numa eventual feita pelo Tricolor Paulista. Durante as férias, o arqueiro foi preso nos Estados Unidos após agredir sua esposa com oito socos. Posteriormente, foi solto da detenção sem pagamento de fiança após uma audiência em Orlando. No entanto, o processo segue ativo na justiça americana.

Jean


Entretanto, o São Paulo não cogitou uma rescisão imediata com o jogador pelo fato de ter que arcar todos os valores do contrato. Sendo assim, optou por suspender o contrato. O goleiro foi revelado pelo Bahia e viveu seu ápice em 2017, quando jogou por 56 vezes durante o ano. Chegou ao Tricolor Paulista com status de titular, mas não conseguiu se firmar e, com a chegada de Tiago Volpi em 2019, perdeu o espaço de vez.

Ao contratar o goleiro Jean, ex-São Paulo que bate em mulher, o Atlético além de desrespeitar os torcedores ainda assume uma mídia negativa desnecessária. O São Paulo dispensou o cara, o Ceará recuou na negociação, aí o Atlético aceita o desgaste.

— Simonny (@simonnysantos)

​​

tá que eu torci mais pro acg subir só pra poder ir em mais de um jogo do são paulo no ano, mas eu tbm sempre gostei um pouco do time e agora eles fazem isso de contratar o agressor do jean, que decepção ?

— ??????? ? (@proudspfc)

​​

Jean ex goleiro do São Paulo, acusado de agredir sua ex mulher nos EUA. Solto após 3 dias do acontecido e agora contratado pelo Atlético Goianiense. Esse é o nosso Brasil, vergonhoso..

— Caio Queiroz (@JackDolar)

​​

Esse Jean do são Paulo estragou a carreira dele por besteira

— edson jorge alves (@edsonjorgealve1)


Questionado sobre a decisão de contratar o goleiro, o presidente do Atlético Goianiense, Adson Batista, falou sobre o atleta: "É uma questão que não apoiamos, mas entendemos que é um grande atleta e que merece ter uma nova oportunidade na vida. Todos nós erramos, mas vamos dar o respaldo a ele. Queremos recuperar o ser humano, pois é um bom profissional. Confio nele tecnicamente. Ele sabe que não pode errar mais", disse o mandatário. Torcedores de ambos os clubes repudiaram a contratação do goleiro nas redes sociais.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree