-->

América-MG é parceiro de coletivos LGBTQ+ com a camisa 'Vista esse Orgulho' contra o preconceito

30 Junho 2020
Lance Lance

Respeito e inclusão devem existir em qualquer ambiente. Mas no futebol, infelizmente, o preconceito e a LGBTfobia ainda têm espaço dentro e fora dos gramados. Uma realidade que só pode ser transformada com a união de clubes, torcedores, atletas, imprensa e admiradores do esporte.

Por isso, o América-MG e a Sparta, marca própria do Coelho, se uniram ao Coletivo Marias de Minas e ao Bharbixas, equipe poliesportiva LGBTI+ de Belo Horizonte, para encarar o preconceito e defender o respeito à diversidade nos estádios de futebol. Juntos, apresentamos a campanha Vista esse Orgulho!

A campanha vai criar uma camisa que propague a mensagem de inclusão e respeito à diversidade no futebol. Um item assinado pela Sparta e voltado para torcedores de todos os clubes. Afinal, quando o assunto é respeito, todos jogam no mesmo time.

A camisa será totalmente desenvolvida por designers do Marias de Minas e do Bharbixas, garantindo que a mensagem tenha representatividade e voz de pessoas LGBTQI+.

O desenvolvimento da camisa será divulgado ao longo das próximas semanas, nos canais oficiais do América. O produto será apresentado em julho, quando estará à venda para que os torcedores possam vestir o orgulho LGBTQI+ e reforçaram o combate à discriminação.

-Essa ação representa muito mais do que uma simples campanha de um time de futebol. Ela dá representatividade, voz e identidade para uma causa que, dentro do futebol, é silenciada e invisível. Quando temos ações como essa, tornamos o futebol mais democrático e plural. Para o Marias de Minas, estar junto do América nesta caminhada é histórico. Essa é uma causa que vai além das quatro linhas e envolve times diferentes. Mostramos para o futebol que existe rivalidade dentro de campo, mas quando falamos sobre respeito, todos jogamos juntos- afirma Yuri Senna, representante do Coletivo Marias de Minas.

-De cânticos a gritos homofóbicos, os LGBTs sempre encontraram resistência no futebol, seja dentro ou fora de campo. O Bharbixas surgiu com essa proposta de tornar o futebol um espaço mais receptivo e agregador para os amantes do esporte, independente da sua orientação sexual e identidade de gênero. O esporte é refúgio, é revolucionário, é vida! E nós, do Bharbixas, nos sentimos muito honrados em poder dar mais este passo em conjunto com o Marias de Minas e um grande time do Brasil, como o América, no combate à LGBTfobia- comenta Gustavo Mendes, Presidente do Bharbixas.

Erley Lemos, Diretor de Marketing e Negócios do América, reforça a importância do papel do Clube nesse tipo de ação e espera que a campanha possa contribuir para o fim da discriminação.

-Mais do que falar sobre a causa, entendemos que nosso papel como Clube é o de incorporá-la, de fazer parte dessa luta por um ambiente inclusivo, sadio e seguro no futebol. E foi isso o que evoluímos nos últimos três anos, passo a passo, até chegar nessa parceria. O América e a Sparta estão muito honrados com essa parceria e esperamos contribuir para mudanças positivas na realidade das pessoas LGBTQI+ dentro do futebol- comenta o dirigente.

PRÓXIMOS PASSOS

O desenvolvimento da camisa poderá ser acompanhado pelos canais oficiais do América. Nos próximos dias, vamos apresentar a equipe de designers que vai dar vida ao projeto e, paralelamente, vamos abordar temas importantes sobre o combate à LGBTfobia no futebol.

Conheça os coletivos

A Marias de Minas é uma torcida LGBTQI+, criada por torcedores do Cruzeiro Esporte Clube, que luta pela inclusão e respeito à comunidade LGBTQI+ no futebol. Nasceu em maio de 2019 a partir de uma campanha lançada para reunir torcedores LGBTQI+ e discutir meios de combater a LGBTfobia no futebol. O grupo hoje conta com quase sessenta membros.

O Bharbixas foi criado em junho de 2017 quando quando outros times em outros estados pelo Brasil começaram a tomar visibilidade, tanto pela causa quanto pela luta da inclusão, sendo a principio, no futebol. O número de membros crescendo rapidamente e, em pouco tempo, formou-se um time com condições de participar de competições. O Bharbixas foi vencedor da primeira edição da Champions Ligay, o campeonato de futebol LGBT+ e, depois, passou a incluir outros esportes como vôlei, handebol e a dança em sua grade de atividades.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree