-->

Thiago Neves e mais: as contratações que deram errado de última hora

15 Setembro 2020
O nome de Thiago Neves ficou entre os mais comentados na última noite, já que seu contrato com o Grêmio foi rescindido e ele estava a caminho do Atlético-MG. No entanto, no último minuto, algo deu errado e o negócio não foi selado. Confira a seguir outras negociações que acabaram melando no final! Lance! Galerias
Thiago Neves e Grêmio rescindiram contrato na última segunda-feira e, então, foi vazado que ele estaria com negociações avançadas com o Atlético-MG, clube rival do Cruzeiro, onde ele atuou de 2017 a 2019 e é identificado com a torcida. A repercussão foi tão negativa nas redes sociais que a diretoria optou por dar a negociação por encerrada. Havia a informação de que um pré-acordo já estava assinado entre as partes.
Thiago Neves e Grêmio rescindiram contrato na última segunda-feira e, então, foi vazado que ele estaria com negociações avançadas com o Atlético-MG, clube rival do Cruzeiro, onde ele atuou de 2017 a 2019 e é identificado com a torcida. A repercussão foi tão negativa nas redes sociais que a diretoria optou por dar a negociação por encerrada. Havia a informação de que um pré-acordo já estava assinado entre as partes. Lance! Galerias
Renato Gaúcho, atual técnico do Grêmio, era jogador do Fluminense em 1997. Ele decidiu não se reapresentar ao clube por conta de uma dívida de R$ 1,1 milhão e, com isso, foi para São Paulo, chegou a ser apresentado pelo Tricolor paulista, mas nunca defendeu a camisa do clube. O Flu pagou o valor e ele retornou ao clube.
Renato Gaúcho, atual técnico do Grêmio, era jogador do Fluminense em 1997. Ele decidiu não se reapresentar ao clube por conta de uma dívida de R$ 1,1 milhão e, com isso, foi para São Paulo, chegou a ser apresentado pelo Tricolor paulista, mas nunca defendeu a camisa do clube. O Flu pagou o valor e ele retornou ao clube. Lance! Galerias
O Atlético-MG também já esteve envolvido com algo assim antes. O ex-atacante francês Anelka, atualmente treinador, foi confirmado como reforço da equipe pelo então presidente Alexandre Kalil, em 2014. No entanto, ele negou a afirmação e disse que nunca havia aceitado qualquer proposta. A diretoria, por outro lado, revelou a assinatura de um pré-contrato por empresários do jogador.
O Atlético-MG também já esteve envolvido com algo assim antes. O ex-atacante francês Anelka, atualmente treinador, foi confirmado como reforço da equipe pelo então presidente Alexandre Kalil, em 2014. No entanto, ele negou a afirmação e disse que nunca havia aceitado qualquer proposta. A diretoria, por outro lado, revelou a assinatura de um pré-contrato por empresários do jogador. Lance! Galerias
Vagner Love chegou a fazer uma entrevista coletiva vestindo a camisa do Corinthians, em 2005, mas precisou voltar para seu então clube, o CSKA, que não aceitou a saída do atleta.
Vagner Love chegou a fazer uma entrevista coletiva vestindo a camisa do Corinthians, em 2005, mas precisou voltar para seu então clube, o CSKA, que não aceitou a saída do atleta. Lance! Galerias
Drogba entra na lista? Entra sim! Em 2017, uma negociação envolvendo Corinthians e o marfinense ganhou as redes sociais. As duas partes chegaram a conversar, houve inflamação da torcida, mas o negócio só ficou no “quase”, com direito a uma nota da diretoria alvinegra escrito “valeu, Drogba”.
Drogba entra na lista? Entra sim! Em 2017, uma negociação envolvendo Corinthians e o marfinense ganhou as redes sociais. As duas partes chegaram a conversar, houve inflamação da torcida, mas o negócio só ficou no “quase”, com direito a uma nota da diretoria alvinegra escrito “valeu, Drogba”. Lance! Galerias
Em 2011, Martinuccio assinou contrato com o Fluminense, no entanto, o Palmeiras alegou ter assinado um pré-contrato com o jogador antes, com multa estipulada em R$ 50 milhões em caso de rescisão. Em 2017, o Alviverde conseguiu na Justiça que o Tricolor das Laranjeiras pagasse R$ 150 mil a título de danos morais.
Em 2011, Martinuccio assinou contrato com o Fluminense, no entanto, o Palmeiras alegou ter assinado um pré-contrato com o jogador antes, com multa estipulada em R$ 50 milhões em caso de rescisão. Em 2017, o Alviverde conseguiu na Justiça que o Tricolor das Laranjeiras pagasse R$ 150 mil a título de danos morais. Lance! Galerias
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree