-->

Três diretores do Santos são suspensos por 20 dias após invasão de campo

16 Setembro 2020
Lance Lance

O Diretor de Futebol do Santos, Jorge Andrade, e os membros do Comitê de Gestão do clube, Matheus Rodrigues e Pedro Doria foram suspensos por 20 dias pelo STJD, por terem invadido o gramado da Vila Belmiro no intervalo da derrota por 1 a 0 contra o Flamengo, no dia 30 de agosto, pela sexta rodada do Brasileirão.

O árbitro da partida, Wilton Pereira Sampaio, relatou a situação na súmula, que foi julgada de forma contrária ao trio, que ficará impedido de acessar os estádios onde o Peixe jogar durante o período da punição. Sem a presença de público, por conta da pandemia do novo coronavírus, o estafe das equipes seguem tendo acesso aos locais das partidas.

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva considerou a atitude dos diretores santistas como desrespeitosa, embasando assim a sua decisão final, que cabe recurso da parte acusada, podendo chegar ao Pleno da entidade.

Na ocasião, o motivo da reclamação foram os dois gols marcados pelo Peixe nos primeiros 20 minutos de jogo diante do Fla e que foram anulados com a utilização da arbitragem de vídeo, além da demora na tomada de decisões nos dois momentos, que paralisou o confronto por cerca de 10 minutos.

Na última quinta-feira (10), Matheus, além do presidente do Santos, José Carlos Peres, e o analista de desempenho, Bebeto Sauthier, que preparou um dossiê das ocasiões de jogo nas quais o clube se sente lesado, foram a sede da CBF, no Rio de Janeiro, para tratar especificamente da atuação do VAR nos jogos do Alvinegro.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree