Medalhista olímpico italiano pega quatro anos de suspensão por doping

02 Agosto 2019

O ex-nadador e medalhista olímpico italiano Filippo Magnini foi condenado nesta terça-feira a quatro anos de suspensão por "tentativa de uso de substâncias dopantes". A sentença
foi emitida pelo Tribunal

Nacional Antidoping (TNA).

Reprodução
Italiano Filippo Magnini foi condenado a quatro anos de suspensão por doping

O italiano, de 36 anos, se aposentou das piscinas em dezembro passado e foi condenado por ter sido paciente do nutricionista Guido Porcellini, sentenciado a 30 anos de gancho por
comercializar anabolizantes e outras substâncias ilegais provenientes da China.

Magnini alega que não tinha nenhuma relação com as atividades ilegais do nutricionista e que nunca testou positivo em exames antidoping durante toda a sua carreira. O TNA também
condenou outro nadador, Michele Santucci, a quatro anos de suspensão. Ainda cabe recurso.

Uma publicação compartilhada por (@filomagno82) em

"É uma sentença que já estava pronta, e por isso estou muito irritado. Estamos falando de uma perseguição, de uma forçação de barra. Não há provas, aliás, pelo contrário, as
provas demonstram o contrário", declarou Magnini, que diz ser perseguido pelo procurador antidoping da Itália, Pierfilippo Laviani.

Magnini é vencedor de uma medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de 2004, no revezamento 4x200m livre, e foi capitão da equipe azzurra de natação nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016. O italiano também possui dois títulos mundiais e é ex-namorado de Federica Pellegrini, maior atleta da história da natação do país europeu.


Em breve novidade aqui!!!

K2_LEAVE_YOUR_COMMENT

Usuário(s) Online

Temos 97 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree