TJ suspende julgamento no caso de tortura de iraniano em SP

O policial civil aponto uma arma para o comerciante iraniano Reprodução/ Record TV

O TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) suspendeu nesta terça-feira (10) o julgamento da apelação contra as condenações do policial civil José Camilo Leonel e da universitária Iolanda Delce dos Santos por envolvimento na tortura ao comerciante iraniano Navid Sayasan em janeiro de 2016.

Leia mais:Polícia indicia Najila e ex-marido por extorsão, calúnia e fraude

Segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo, o julgamento do recurso teve início nesta manhã (10) mas foi retirado de pauta pelo revisor integrante da turma julgadora, desembargador Luis Soares de Mello Neto, com vista sucessiva ao terceiro magistrado, desembargador Euvaldo Chaib Filho, para melhor análise do caso.

A 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça retomará no próximo dia 8 de outubro, às 10h30, o julgamento dos recursos das defesas do investigador e da estudante.

O caso

O episódio teria ocorrido depois que o comerciante se recusou a devolver o dinheiro de uma venda de um tapete para uma amiga do policial civil.

*Estagiária da Agência Record, sob supervisão de Ana Vinhas

Compartilhe este artigo

Entre para postar comentários

Contato

Telefone: 55 3522-8882

E-mail: atendimento@oguiadacidade.com.br

 

Últimas Mensagens

Newsletter

Receba nossas notícias diariamente