Operação combate organização criminosa no interior de São Paulo

Gaeco e Polícia Civil deflagraram Operação Sheik Divulgação/Ministério Público

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) e a a Polícia Civil do Estado de São Paulo deflagraram, nesta terça-feira (10), a Operação Sheik, voltada ao combate a uma extensa organização criminosa dedicada ao tráfico de drogas, corrupção, lavagem de dinheiro, dentre outros delitos, com atuação predominante em Capivari. Foram cumpridos 68 mandados de busca e apreensão e 29 de prisão preventiva.

Sheik é uma referência à forma como é conhecido um dos chefes da organização criminosa com atuação no interior de São Paulo. Ele é tido como o maior traficante de Capivari, com atuação nos municípios de Rafard, Rio das Pedras, Americana, Santa Barbara d'Oeste e Hortolândia.

A organização possui uma rede de atuação coordenada e estruturada, com divisão de funções e áreas territoriais de atuação bem definidas, contando com inúmeros pontos de tráfico de drogas sob o controle e comando de Sheik, além de diversos estabelecimentos comerciais e outras atividades organizadas para dar vazão aos recursos obtidos com o tráfico, como lanchonetes, loja de roupa, lava-rápido, restaurantes, entre outros.

Veja também!Braço direito de fornecedor de drogas do PCC é preso em SP

Entre os integrantes da organização criminosa estão pessoas com histórico de envolvimento criminal, incluindo homicídio, tráfico de drogas, roubo e associação para o tráfico, além de alguns integrantes da organização criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

Para a operação, a Polícia Civil colocou 160 policiais civis, dos quais compuseram 45 equipes destinadas ao cumprimento dos mandados judiciais, coordenadas por 12 delegados, além de agentes, investigadores e escrivães.

Além das prisões preventivas, também foram cumpridas nesta terça prisões em flagrante após apreensão de entorpecentes. Ainda foram apreendidos celulares, balanças de precisão e documentos.

As investigações prosseguirão para atingir outras frentes de atuação da organização criminosa, principalmente em relação à corrupção de agentes públicos (policiais civis e militares, servidores públicos municipais), lavagem de dinheiro e exploração de jogos de azar.

Você tem alguma denúncia? Envie um e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Compartilhe este artigo

Entre para postar comentários

Contato

Telefone: 55 3522-8882

E-mail: atendimento@oguiadacidade.com.br

 

Últimas Mensagens

Newsletter

Receba nossas notícias diariamente