Polícia identifica suspeito de atear fogo em pitbull no interior de SP

Cachorro morreu após ser queimado Divulgação/ALPA Limeira

Policiais civis identificaram o dono do pitbull queimado na madrugada do último sábado (17), em Limeira (a cerca de 150 km de São Paulo). O animal, que estava microchipado, não resistiu aos ferimentos e morreu no dia seguinte.

De acordo com boletim de ocorrência registrado no 4º DP, a polícia civil teve acesso às imagens que mostram o momento que um homem joga o cachorro para fora do carro, coloca materiais inflamáveis nele e toca fogo.

O registro com as informações do dono do cachorro, possivelmente o autor do crime, foi registrada nesta segunda-feira (19), porCassiana Fagoti, representante da Alpa (Associação Limeirense de Proteção aos Animais), responsável por atender o animal queimado.

De acordo com registro na Polícia Civil, o animal havia sido microchipado no dia 9 de abril. Isso facilitou na identificação e localização do responsável pelo cachorro. O homem foi localizado e presta depoimento aos policiais.

Ainda conforme as investigações, o cachorro também estava com mutilações na orelha, que aconteceu depois dele ter sido microchipado. A polícia também apura quem foi o responsável por este crime.

A polícia soliciou a instauração de um inquérito para apurar os casos (da mutilação da orelha e da morte por queimadura) e solicitou mandado de busca ma casa do dono do cachorro. O caso segue em andamento.

Compartilhe este artigo

Entre para postar comentários

Contato

Telefone: 55 3522-8882

E-mail: atendimento@oguiadacidade.com.br

 

Últimas Mensagens

Newsletter

Receba nossas notícias diariamente