Ao falar da Amazônia, Bolsonaro é alvo de panelaço; assista aos vídeos

Por causa das queimadas que já duram cerca de três semanas, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) definiu a atual conjuntura da Amazônia como "crítica" e possívelmente "irreversível". Após uma

forte repercussão internacional, o presidente da república, Jair Bolsonaro (PSL), dediciu discussar em rede nacional nesta sexta-feira (23). Sabendo disto, opositores organizaram um panelaço contra o correligionário.

Bolsonaroarrow-options
Alan Santos/PR
Bolsonaro

Enquanto Bolsonaro discursava sobre as queimadas na Amazônia, alegando que seu governo terá "tolerância zero" em relação a crimes ambientais, panelaços foram registrados em diferentes regiões do País, como Belo Horizonte, Recife, Rio de Janeiro, Florianópolis, Brasília, Bahia e em São Paulo.

Bela Vista - São Paulo

— Lilian Gabriela (@Lilahgaby)

panelaço forte em Botafogo, dá pra ouvir “fora” “lixo” e “vai tomar no cu Bolsominion”

— Evans ? (@evanscomenta)

Águas Claras, bairro de classe média alta de Brasília. forte também durante o pronunciamento de Bolsonaro

— Paulo Pimenta (@DeputadoFederal)


Apesar de ter sido alvo de panelaço, durante seu discurso, o presidente declarou que irá "atuar fortemente" para controlar os incêndios que tem destruído parte da floresta amazônica nos últimos dias. Para isso, ele autorizou o uso das Forças Armadas no combate ao fogo até o dia 24 de setembro.


Neste sábado (24) e domingo (25), outras 58 cidades devem protestar contra as políticas ambientais de Bolsonaro. Entre elas, quase todas as capitais: Belo Horizonte, Porto Alegre, Florianópolis, Campo Grande, Cuiabá, Aracajú, Maceió, Recife, Fortaleza, São Luís, João Pessoa, Natal, Belém, Manaus, Palmas, Macapá, Porto Velho e Boa Vista.

Compartilhe este artigo

Entre para postar comentários

Contato

Telefone: 55 3522-8882

E-mail: atendimento@oguiadacidade.com.br

 

Últimas Mensagens

Newsletter

Receba nossas notícias diariamente