Apenas um em cada quatro negros com mais 18 anos está estudando no Ceará, diz PNAD

19 Junho 2019

Quando se considera a faixa etária após os 25 anos, a taxa de negros que estudam é ainda menor. Segundo a PNAD, dos 18 aos 24 anos, apenas 25,4%
dos negros está na escola; ou seja, um a cada quatro. Fabiane de Paula/ SVM Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD), divulgada nesta quarta-feira (19), mostram que, no Ceará, a presença de negros com mais de 18 anos em unidades de ensino é bem menor se comparada com a de brancos. Segundo a Pesquisa, dos 18 aos 24 anos, apenas 25,4% dos negros está na escola; ou seja, um a cada quatro, representando cerca de 205 mil pessoas numa população que chega a 809 mil. Entre os brancos, o mesmo percentual alcança 34,2%. Quando se observa a participação após os 25 anos, a taxa cai ainda mais entre os negros, passando a apenas 4,4% - 1,7 pontos percentuais abaixo da taxa dos brancos, que é de 6,1%. Segundo a Pesquisa, as pessoas de 18 a 24 anos são aquelas que “idealmente estariam frequentando o Ensino Superior, caso completassem a educação escolar básica na idade adequada”. No entanto, diz o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), questões como o atraso e a evasão escolar se colocam no caminho desses jovens. Por outro lado, entre crianças e adolescentes, os percentuais de participação em sala de aula são bem mais altos e semelhantes para todas as raças, variando dos 97% aos 99% entre os 4 e 14 anos de idade; e de 86% a 88%, entre 15 e 17 anos. Faixa etária ideal De forma geral, a PNAD Contínua percebe que as crianças de 6 a 10 anos se mantêm adequadamente na idade/etapa correta nos anos iniciais do Ensino Fundamental: no Ceará, 97,1% delas estão na série correta. Porém, ao passarem para os anos finais, começa-se a notar uma acentuação do atraso. Na faixa etária dos 11 aos 14 anos, 90,5% dos estudantes estavam na fase adequada, em 2018. No entanto, 9,5% estavam atrasados ou nem mesmo frequentavam a escola. Ao se analisar a participação dos jovens de 15 a 17 anos, constatou-se que 73,4% estavam na série correta do Ensino Médio - por outro lado, 26,6%, não. Quando o assunto é o Ensino Superior, foi percebida a maior disparidade: 80% dos jovens de 18 a 24 anos não estava no nível adequado. Apenas um em cada cinco estava na fase ideal de aprendizado, ou seja, em algum curso universitário. PNAD A Pesquisa retrata o panorama educacional da população do Brasil, como resultado do questionário anual de educação com referência no segundo trimestre de 2018, assim como algumas comparações com os resultados do mesmo trimestre dos anos de 2016 e 2017.


K2_LEAVE_YOUR_COMMENT

Outras Categorias

Quem Somos

Usuário(s) Online

Temos 377 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree