Garoto desenvolve cegueira após anos comendo apenas fritas e salsichas

06 Setembro 2019

Um jovem britânico de 19 anos, cujo nome não foi revelado, vive há dois anos sem poder ver o mundo à sua volta. Sua cegueira foi diagnosticada como uma neuropatia óptica

nutricional, resultado de uma dieta desregrada que consistia apenas de fritas, batatas chips, salsichas fritas e, ocasionalmente, de um sanduíche de presunto.

Leia também: Pastor que ficou cego por 14 anos recupera a visão nos Estados Unidos

Pixabay
A dieta do jovem que desenvolveu cegueira consistia de fritas, batatas chips, salsichas e, às vezes, sanduíches

Segundo o tabloide inglês Daily Mail, a cegueira foi consequência da falta de nutrientes essenciais ao organismo como a vitamina B12, a vitamina D, cobre e o selênio. Apesar disso, ele não apresentava outros problemas, atingindo tanto estatura como peso normais para sua idade - o que acabou dificultando o diagnóstico dos médicos.

De início, ele recebeu um tratamento para seu quadro de anemia com injeções de vitamina e orientações para seguir uma nova dieta, mas os sintomas não melhoraram. Quando ele finalmente foi diagnosticado com uma neuropatia óptica, já era tarde: sua visão já estava totalmente comprometida, e ele também sofreu com perda de audição.

Ao tabloide, Denize Atan, médica que fazia parte do grupo que relatou o caso no Annals of Internal Medicine, disse que esse era o caso mais sério da doença causada por má alimentação que ela já tinha visto.

"Agora, ele é legalmente registrado como deficiente visual e só consegue ler a primeira letra da tabela de Snellen. Ele manteve sua visão periférica, então ainda consegue se locomover, mas o dano causado no nervo ótico é permanente", afirmou a médica.

E o impacto da patologia para o garoto foi além do físico, chegando ao plano social e psicológico. "Eu fiquei muito isolado. Quando era pequeno, eu saía para jogar futebol com meus amigos. Agora, tenho medo demais de fazer isso", disse o jovem, segundo o Daily Mail. Além disso, ele não pode continuar na faculdade, e sua mãe teve de parar de trabalhar para cuidar dele em período integral.

Leia também: Conheça a síndrome do olho seco, doença que pode até levar à cegueira

Por trás da cegueira causada pela má alimentação

Pessoa colocando armação de óculos em frente a uma tabela de Snellen
Unsplash/David Travis
Devido à cegueira, o rapaz só consegue enxergar a primeira letra da tabela de Snellen usada por oftalmologistas

Embora possa ser causada pela má alimentação, a doença que acometeu o jovem britânico não é a variante mais comum de neuropatia óptica. "Esse é o nome geral que se dá para qualquer doença do nervo óptico", observa Lísia Aoki, oftalmologista do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).

A causa mais comum da doença, segundo ela, é a esclerose múltipla, mas os sintomas para todos os tipos costumam ser os mesmos. Eles variam desde baixa visão até dor, passando por problemas para enxergar cores e perceber contrastes.

E para evitar que esses sintomas levem a danos permanentes, o diagnóstico precoce é fundamental. Através dele é possível identificar o tipo de neuropatia e qual o melhor tratamento.

Leia também: Mulher fica cega após usar lentes de contato no banho e debaixo d'água

No caso do jovem britânico, a solução seria uma mudança de dieta e uma reposição dos nutrientes. Essas medidas, segundo o Daily Mail, chegaram a ser prescritas pelos médicos, junto do tratamento psicológico para seus problemas alimentares. Com isso, foi possível corrigir as deficiências de nutrientes, mas não a cegueira causada pela dieta desregrada de anos anteriores.


Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 810 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree