Big Banner Hospedagem de Site 1360x150
Domingo, 08 Setembro 2019 14:44

No interior do Acre, obstrução em rua impede passagem de ônibus e prejudica moradores


Segundo moradores, rua está obstruída há mais de seis meses. Prefeitura diz que aguarda entrega de bueiros para retomar obras. Em Cruzeiro do Sul, moradores do bairro Saboeiro reclamam
de obstrução em rua Moradores do bairro Saboeiro, em Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, reclamam de uma obstrução na rua principal do bairro por conta de uma obra inacabada. Segundo eles, o problema iniciou em outubro do ano passado e por conta do trecho obstruído, os ônibus deixaram de operar na linha. O prefeito Ilderley Cordeiro afirmou que a prefeitura já vem trabalhando no local, mas devido à falta de bueiros, o trabalho foi interrompido. Segundo ele, a empresa que fornece o produto, atrasou a entrega. “O bueiro estava rompendo por baixo e poderia a qualquer momento ter o risco de um acidente já que ali é uma rota de ônibus. Então, interrompemos automaticamente. Não deu tempo nem de planejar e conseguir os bueiros. Nós dependemos de fornecedores, que deram um prazo e não entregaram. Nossa equipe cobrou e disseram que vão entregar essa semana”, afirmou Cordeiro. O operador de máquinas Ivan Alencar contou que alunos e moradores que precisam encontrar outros meios de sair do bairro, já que pela via é impossível. “Para sair daqui, a gente tem que sair pela ponte lá em cima, empurrando a moto. Já caíram várias pessoas ali quando tentam ir de moto, eu não caí porque vou empurrando, todo dia de manhã e à tarde”, relatou. Moradores do bairro Saboeiro, em Cruzeiro do Sul, reclamam de obstrução em rua Reprodução/Rede Amazônica Acre A dona de casa Cidália França mora próximo ao córrego e teme que com as próximas chuvas, a erosão possa afetar a casa dela. “Minha casa está em risco de desabar a qualquer momento. Peço a Deus que isso nunca chegue a acontecer. Transporte nós não temos mais aqui. Agora não sabemos mais a quem apelar”, disse. Assim como Cidália, o açougueiro Glauber da Silva também mora ao lado do córrego e contou que devido à erosão, o muro da casa dele já cedeu mais de 20 centímetros e começaram a aparecer rachaduras pela casa. “Já está afetando meu muro, principalmente estou perdendo meus clientes porque não tem como eles virem até aqui. Isso já se arrasta há mais de seis meses, está acabando o verão e nada deles virem arrumar”, reclamou Silva.
Ler 11 vezes

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.