Big Banner Hospedagem de Site 1360x150
Segunda, 16 Setembro 2019 17:04

Famílias desabrigadas após temporal no interior do AC estão no Aluguel Social, diz Defesa Civil


Moradores ficaram desabrigados após temporal que atingiu a cidade de Capixaba no último dia 7. Temporal deixou estragos em Capixaba, interior do Acre Reprodução As nove famílias que
perderam as casas após o forte temporal que atingiu a cidade de Capixaba, interior do Acre, no último dia 7, estão no Aluguel Social. Os moradores estavam em um abrigo no Centro de Referência da Assistência Social (Cras) da cidade. Três casas desabaram no momento do temporal. Uma delas foi a daaposentada Antônia Oliveira, de 65 anos, que quebrou a perna em três lugares e ficou internada no Pronto-Socorro de Rio Branco. Após o vendaval, a prefeitura do município decretou estado de emergência. O decreto foi publicado na terça-feira (10), no Diário Oficial do Acre (DOE). “As [famílias] que estão lá são as que moravam nas casas que foram destruídas, que foram nove. O governo do estado se dispõe a ajudar com madeira, colchões e outras coisas. Essa semana vão levar [doações]. O prefeito precisar fazer um documento solicitando, que deve ter feito hoje [segunda,16]”, disse a coordenadora da Defesa Civil do município, Edna Guimarães. A coordenadora explicou que, além das nove casas interditadas pelo órgão, uma residência foi condenada pelas equipes de vistoria, mas a família não quis deixar o local. “A família está resistindo a sair, mas tem poder aquisitivo e pode resolver o problema. A gente já condenou e tem que sair, a responsabilidade não é nossa, foram avisados”, frisou. Valores Edna acrescentou também que termina um relatório para saber o que é necessário, o que as famílias precisam e os valores dos prejuízos deixados pelo temporal. "É para solicitar recursos para a Defesa Civil Nacional, que precisa de um relatório técnico. Estou esperando um relatório do engenheiro e arquiteto para poder anexar e enviar para a Defesa Civil. Falta essa parte de quantidade, quanto foi o danificado dessas casas [atingidas], os prédios públicos", concluiu.
Ler 12 vezes

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.