-->

Pedir, GladsonC pede…ser atendido é que é o problema

08 Junho 2020

#gladsonC mourão

Gov GladsonC e o vice-presidente Hamilton Mourão

O governador do Acre é o governador que menos trabalho dá ao

desgoverno Bolsonaro.

GladsonC não o critica e sequer assina notas em conjunto com seus colegas governadores em defesa de princípios republicamos.

Mesmo assim a recíproca de Bolsonaro é zero para para o Acre.

Até agora só o que reza a Constituição (repasses de Lei)…ponto!

No encontro com o vice Hamilton Mourão, o pires na mão se repetiu: o governador pediu ajuda para combater o desmatamento, o covid que assola o estado e meios/recursos para enfrentar as despesas com os peruanos em Assis Brasil impedidos de entrar em seu próprio país.

Mourão ouviu…como sempre faz Bolsonaro.

(Agencia do Gov)

Gladson participa de reunião com vice-presidente da República sobre combate ao desmatamento ilegal na Amazônia

Gov GladsonC ao vice Mourão

-Entreguei para o vice-presidente da República um relatório das medidas de tolerância zero que o governo do Acre vem adotando contra o desmatamento ilegal e as queimadas em nosso estado. Reforçamos que é possível aliar o desenvolvimento com a preservação do meio ambiente e, por isso, não vamos admitir a destruição da floresta. Quem insistir, será rigorosamente punido.

-Entreguei também pedidos de solicitação para a liberação de projetos de obras na área de infraestrutura. Como a reconstrução de pistas dos aeródromos dos municípios isolados e manutenção de ramais. Solicitei ainda mais respiradores e fui informado que mais 30 equipamentos estarão chegando ao Acre nos próximos dias.

-Falei ao general Mourão sobre a situação de centenas de estrangeiros que se encontram abrigados em Assis Brasil devido ao fechamento das fronteiras brasileira e peruana. O governo estadual e a prefeitura do município vêm arcando com a maior parte das despesas para manter estes imigrantes. Porém, sabemos que esta é uma responsabilidade do governo federal e fiz esse apelo ao general Mourão.

(…)


Inumeráveis – (Memorial dedicado à história de cada uma das vítimas do coronavírus no Brasil) –

Tania Cristina Martinez Salim, 58 anos

Amante dos animais, da mãe natureza e devota de Nossa Senhora.

(não há quem goste de ser número…gente merece existir em prosa)


petecão

Curtir isso:

CurtirCarregando...
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree